Australiano condenado à morte na Indonésia se casa um dia antes da execução

Por Ansa | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Chan, de 31 anos, se casou com a namorada Febyanti Herewila na presença de familiares e amigos próximos na prisão de Java

Traficante de droga australiano condenado à morte da Indonésia, Andrew Chan se casou na segunda-feira (27) em uma cerimônia organizada dentro da prisão de Nusakambangan, onde ele pode ser fuzilado nesta terça-feira (28) junto com outras nove pessoas, entre elas um brasileiro.

Procuradoria: Brasileiro não tem mais direito a recurso na Indonésia

Michael Chan, centro, irmão do australiano Andrew Chan, fala com jornalistas após visitar o irmão em prisão de Java, Indonésia (27/04)
AP
Michael Chan, centro, irmão do australiano Andrew Chan, fala com jornalistas após visitar o irmão em prisão de Java, Indonésia (27/04)

Cenário: Saiba quem são os condenados à morte por tráfico na Indonésia

Chan, de 31 anos, casou-se com sua namorada Febyanti Herewila na presença de familiares e amigos próximos. As autoridades da Indonésia notificaram os familiares e os países de origem de cada um dos condenados no último fim de semana sobre a execução da pena em 72 horas.

Apesar dos apelos da comunidade internacional, o governo indonésio segue firme na decisão de fuzilar os condenados por tráfico de droga, assim como já fez em janeiro.

Veja os outros condenados à morte na Indonésia

Okwudili Oyatanze é nigeriano de 45 anos e foi condenado por traficar 1kg de heroína através do aeroporto de Jacarta em 2001. Foto: ReproduçãoZainal Abidin é o único cidadão indonésio entre os detentos. Ele foi preso em dezembro de 2000 . Foto: ReproduçãoSylvester Obiekwe Nwolise é nigeriano e tem 49 anos. Foi condenado em 2004 por traficar 1,2kg de heroína em Jacarta . Foto: ReproduçãoAnderson é cidadão de Gana nascido em Londres em 1964. Ele foi preso em Jacarta em 2003. Foto: ReutersMary foi considerada culpada por tentar traficar 2,6kg de heroína. Foto: Reprodução/BBCChan é australiano e junto com Sukumaran foi condenado à morte em 2006 por pertencer ao "Os Nove de Bali". Foto: Reprodução/BBCSukumaran, 33, foi considerado chefe do grupo "Os Nove de Bali". Foto: Reprodução/BBCRodrigo Gularte foi condenado à morte em 2005 por chegar à Indonésia com seis quilos de cocaína. Foto: Reprodução/FacebookO nigeriano Raheem Agbaje Salami foi preso com 5kg de heroína no aeroporto de Surabaya em setembro de 1998. Foto: Reprodução/Youtube

Leia mais: Itamaraty pede a suspensão do fuzilamento de brasileiro na Indonésia

Entre os 10 condenados que devem ser mortos hoje, está o brasileiro Rodrigo Muxfeldt Gularte, de 42 anos. Ele foi preso em julho de 2004 ao entrar no país com seis quilos de cocaína camuflados em pranchas de surfe. No ano seguinte, foi condenado à morte.

Leia tudo sobre: execucoes na indonesiaindonesiachanaustralia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas