Uma avalanche no Everest vitimou 18 pessoas. Outras 61 foram mortas na Índia, e a China relatou 20 pessoas mortas no Tibete

Estudantes indianos acendem velas em homenagem às vítimas do terremoto do Nepal
AP
Estudantes indianos acendem velas em homenagem às vítimas do terremoto do Nepal


Subiu para 3.617 o número de mortos no terremoto de Nepal de acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (27).

Houve 18 vítimas fatais em uma avalanche no Everest. Outras 61 pessoas foram mortas na vizinha Índia, e a China relatou 20 pessoas mortas no Tibete.

Entrevista ao iG:  "Tenho três amigos presos no Everest", relata médica brasileira

Dois dias após o desastre, as equipes de resgate ainda lutam para chegar as aldeias mais vulneráveis, nas montanhas. Relatórios recebidos até agora por grupos de ajuda sugerem que muitas comunidades no cume das montanhas estão devastadas.

De acordo com Matt Darvas, membro do grupo de ajuda World Vision, disse que é provável que muitas comunidades só poderão ser acessadas com helicópteros.

Leia mais:  Novo terremoto atinge Índia e Nepal e provoca avalanche no Himalaia

"Aldeias como estas são rotineiramente afetada por deslizamentos de terra. Não é incomum aldeias de 200, 300, até 1.000 pessoas serem  completamente enterradas por quedas de rochas", disse Darvas.

Ajuda internacional

As primeiras nações que se manifestaram foram Índia, China e Paquistão. Outros países enviam apoio no domingo(26)são os Estados Unidos, Canadá, Emirados Árabes Unidos, Grã-Bretanha, Alemanha, França, Polônia, Itália, Israel e Cingapura.

Um avião militar americano deixou Base Aérea de Dover de Delaware para o Nepal, transportando 70 pessoas, incluindo uma equipe especializada em desastres e assistência a resposta e uma equipe de busca e salvamento urbano, e 45 toneladas de carga, informou o Pentágono.

A Nova Zelândia enviou  37 profissionais, dentre eles especialistas em busca e salvamento em área urbana, em resgates de cascalho-estacas bem como engenheiros estruturais, um médicos e paramédicos. A Nova Zelândia também enviou uma ajuda em dinheiro no valor de 1 milhão de dólares da Nova Zelândia ($761 mil dólares) para o esforço de socorro.

A Alemanha afirmou que uma equipe de 52 pessoas, incluindo médicos e especialistas em busca e resgate, além de diversos cachorros treinados, já estão a caminho do Nepal. O time traz consigo um centro médico móvel.

Os Emirados Árabes Unidos também enviaram uma equipe de busca e resgate de 88 pessoas para o Nepal neste domingo e o Crescente Vermelho dos Emirados também enviou uma equipe.

O Exército de Israel afirmou que enviou uma missão com 260 pessoas, incluindo 122 médicos, para Katmandu para prover ajuda médica e também uma equipe de busca e resgate.

A França afirmou que vai enviar 11 pessoas; a Inglaterra anunciou o envio de um pacote de ajuda de US$7,6 milhões, além de uma equipe de resgate de oito pessoa. A Austrália enviou uma equipe de 9 pessoas que devem ajudar a estabelecer a segurança e bem estar dos australianos atualmente desaparecidas.


*Com informações de agências internacionais

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.