EUA, França, Rússia, China, Reino Unido, Alemanha e o governo do Irã conseguiram chegar a um consenso sobre o programa nuclear iraniano e estão discutindo os detalhes

Acordo nuclear com o Irã está mais perto
AP
Acordo nuclear com o Irã está mais perto

O grupo 5+1 aceitou revogar todas as sanções contra o Irã depois do acordo final programado para junho, informou em uma entrevista o chefe da Agência Atômica Iraniana, Ali-Akbar Salehi, citado pela agência de notícias Irna.

LEIA MAIS:  Irã limita programa nuclear em troca de fim de sanções; Barack Obama elogia

De acordo com Salehi, os Estados Unidos, França, Rússia, China, Reino Unido, Alemanha e o governo do Irã conseguiram chegar a um "consenso" sobre o programa nuclear iraniano e estão agora discutindo os "detalhes". "A equipe negociadora do Irã não entregará os interesses nacionais e levará em consideração as conversas com as potências", disse Salehi.

Por sua vez, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Javad Zarif, viajou a Nova York para participar da Conferência dos Assinantes do Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNP), que acontece na sede das Nações Unidas. Durante o evento, o chanceler se reunirá com o secretário norte-americano de Estado, John Kerry, e com a alta representante de política externa da União Europeia, Federica Mogherini.

Na semana passada, em Viena, uma delegação iraniana começou a definir o texto base para o acordo final com o grupo 5+1, que deve ser assinado em junho. No dia 2 de abril, após uma rodada de negociações na Suíça, ficou estabelecido que o Irã aceitaria inspeções regulares em suas centrais nucleares em troca da anulação das sanções.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.