País notificou nove estrangeiros, incluindo o brasileiro Rodrigo Goulart, que execuções serão realizadas dentro de alguns dias

A Indonésia notificou nove estrangeiros, incluindo o brasileiro Rodrigo Goulart, e um indonésio acusado de tráfico de drogas que suas execuções serão realizadas dentro de alguns dias, ignorando apelos do chefe da ONU e líderes mundiais para poupar as vidas dos condenados.

Praia e ecstasy:  Veja por que o mercado de drogas prospera na Indonésia

Autoridades também pediram que, além do brasileiro, quatro nigerianos, dois australianos, uma filipina, um francês e um indonésio fizessem seus últimos desejos, informou o porta-voz do procurador-geral do país, Tony Spontana, no domingo (26).

Ontem:  Apesar de apelo mundial, Indonésia confirma execução de oito estrangeiros

O aviso indica que as execuções por fuzilamento na prisão de Besi, localizada na ilha Nusakambangan, serão realizadas até no máximo quarta-feira (29).

*Com AP


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.