Indonésia fuzilará brasileiro até quarta; veja países que mais executam

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

País notificou nove estrangeiros, incluindo o brasileiro Rodrigo Goulart, que execuções serão realizadas dentro de alguns dias

A Indonésia notificou nove estrangeiros, incluindo o brasileiro Rodrigo Goulart, e um indonésio acusado de tráfico de drogas que suas execuções serão realizadas dentro de alguns dias, ignorando apelos do chefe da ONU e líderes mundiais para poupar as vidas dos condenados.

Praia e ecstasy: Veja por que o mercado de drogas prospera na Indonésia

Autoridades também pediram que, além do brasileiro, quatro nigerianos, dois australianos, uma filipina, um francês e um indonésio fizessem seus últimos desejos, informou o porta-voz do procurador-geral do país, Tony Spontana, no domingo (26).

Ontem: Apesar de apelo mundial, Indonésia confirma execução de oito estrangeiros

O aviso indica que as execuções por fuzilamento na prisão de Besi, localizada na ilha Nusakambangan, serão realizadas até no máximo quarta-feira (29).

*Com AP

Rodrigo Gularte foi condenado à morte em 2005 por chegar à Indonésia com seis quilos de cocaína. Ele deve ser executado esta semana. Foto: Reprodução/FacebookSegredo de Estado na China, o número de executados não é divulgado, mas estimativa da Anistia Internacional fala em 778 mortes em 2013. Foto: Reprodução/YoutubeO Irã realizou, em 2013, ao menos 369 execuções. O número de condenados a morte naquele ano ultrapassou 70. Foto: Reprodução/YoutubeO Iraque executou 169 prisioneiros em 2013. Mas o número de condenados chegou a 81 somente naquele ano. Foto: Reprodução/YoutubeForam executados na Arábia Saudita aproximadamente 79 pessoas em 2013, de acordo com a Anistia Internacional. Foto: Reprodução/YoutubeEm 2013, os EUA realizaram 39 execuções. O país  é o único das Américas a realizar execuções. Foto: Reprodução/YoutubeNo Iêmen houve 28 execuções em 2012, ano em que se registrou sete novas condenações. Foto: Reprodução/YoutubeO Sudão mandou realizar 19 execuções em 2012, ano em que 199 foram condenados à morte. Na foto, tornozelos inchados de mulher no corredor da morte. Foto: Reprodução/YoutubeHouve um número não divulgado de condenações à morte no Afeganistão em 2012. Imagem mostra 'tribunal' local atirando em mulher, morta por adultério. Foto: Reprodução/YoutubeO Japão teve sete execuções oficiais em 2012. O número de condenados à morte naquele ano foi três. Foto: Reprodução/YoutubeA Coreia do Norte executou oficialmente ao menos seis em 2012. Mas não falou de novos condenados. Foto: Reprodução/Youtube


Leia tudo sobre: indonesiaexecucoes na indonesiagoulartspontana

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas