Após a réplica, houve pânico, com gente correndo rumo às ruas para se proteger de possíveis quedas de edifícios

Um tremor secundário de magnitude 6,7 atingiu neste domingo (25) o Nepal. Esta é a réplica do terremoto de magnitude 7,8 que atingiu no sábado o Nepal e vários países vizinhos e deixou mais de dois mil mortos. As autoridades locais divulgaram neste domingo que 3.218 pessoas foram confirmadas mortas. Como ainda há milhares de desaparecidos, o número pode subir.

Outras 18 pessoas foram confirmadas mortas em uma avalanche que varreu o acampamento base do Monte Everest, na esteira do terremoto. Mais 61 pessoas foram mortas na vizinha Índia.

Leia: Nepal busca por sobreviventes após tremor que matou mais de 2 mil pessoas

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) informou que a réplica deste domingo teve seu epicentro a 81 quilômetros a leste da capital nepalês. O tremor foi sentido em Nova Délhi, em praticamente todo o norte da Índia e em Bangladesh.

De acordo com o USGS, desde que ontem o terremoto de 7,8 atingiu o Nepal, aconteceram 35 réplicas, mas esta é a mais forte de todas as registradas.

Angústia: "Tenho três amigos presos no Everest", relata médica brasileira

Após a réplica, aconteceram cenas de pânico, com gente correndo rumo ao centro das ruas para se proteger de possíveis quedas de edifícios.

O terremoto do sábado foi o pior a atingir o Nepal em 80 anos. 

* Com agências internacionais


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.