Depoimento: "Armênios famintos marchavam para morte enquanto eram açoitados"

Por BBC | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Mohammad Ali Jamalzadeh, que fez parte de um grupo nacionalista iraniano que trabalhava em Bagdá, na época sob o domínio otomano, durante a Primeira Guerra Mundial

BBC

Mohammad Ali Jamalzadeh testemunhou as atrocidades cometidas pelo Império Turco-Otomano contra a minoria armênia em 1915.

Jamalzadeh foi um famoso autor persa que fez parte de um grupo nacionalista iraniano que trabalhava em Bagdá, na época sob o domínio otomano, durante a Primeira Guerra Mundial.

relato é considerado um testemunho objetivo desta tragédia
BBC
relato é considerado um testemunho objetivo desta tragédia


Em suas viagens a Istambul, conforme tropas britânicas se aproximavam de Badgá, ele viu "acontecimentos chocantes e brutais", como descreveu depois em seu diário.

Este relato é considerado um testemunho objetivo desta tragédia, já que a maioria dos registros daquela época foi escrita por pessoas envolvidas no conflito.

Leia também: Por que gera tanto conflito chamar de genocídio o massacre de armênios?

Uma investigação conjunta dos serviços turco e persa da BBC encontrou os escritos deixados por Jamalzadeh em uma biblioteca de Istambul, na Turquia, que foram ilustradaos por Morteza Rakhtaala para este vídeo.

Veja o vídeo:

: 'Armênios famintos marchavam para morte enquanto eram açoitados'


Leia tudo sobre: armêniagenocidio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas