Trem japonês de levitação magnética atinge velocidade recorde de 603 km/h

Por Ansa |

compartilhe

Tamanho do texto

Maglev, que não tem contato com solo, bateu próprio recorde obtido no dia 16 de abril, quando andou a 590 km/h;

Velocidade de 603 km/h se manteve por 10,8 segundos” quando o trem atravessava um túnel
Saruno Hirobano/ Wikimedia Communs
Velocidade de 603 km/h se manteve por 10,8 segundos” quando o trem atravessava um túnel

O trem japonês de levitação magnética "Maglev" bateu seu próprio recorde mundial de velocidade ao atingir 603 km/h, informou nesta terça-feira (21) a entidade ferroviária do país.

O veículo, que ainda está em fase de testes, alcançou essa velocidade em uma via de 42 quilômetros instalada na Prefeitura de Yamanashi, a oeste da capital do Japão, Tóquio. No dia 16 de abril, o trem tinha andado a 590 km/h, em seu primeiro recorde mundial.

O "Maglev" funciona com um sistema de levitação magnética que usa motores lineares perto dos trilhos. O campo magnético gerado faz o trem se elevar até 10 centímetros acima da ferrovia, impulsionando-o e eliminando o contato com o solo (a única forma de atrito é o ar). A Central Japan Railway pretende colocar o trem em funcionamento em 2027.

Leia tudo sobre: tremjaponêsLevitaçãorecorde de velocidade

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas