Ataque foi realizado pela coalizão internacional em março; ele já estaria em recuperação e retornando às atividades

O líder e califa do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, ficou gravemente ferido durante um bombardeio realizado em março pela coalizão internacional liderada pelas forças norte-americanas, informou nesta terça-feira (21) o jornal "The Guardian".

Líder e califa do Estado Islâmico (EI, ex-Isis), Abu Bakr al-Baghdadi
Reprodução/The Guardian (21.04.15)
Líder e califa do Estado Islâmico (EI, ex-Isis), Abu Bakr al-Baghdadi

Citando fontes iraquianas, o diário britânico afirma que o ferimento do califa teria colocado sua vida em risco. No entanto, ele já estaria em recuperação e retomando suas atividades "lentamente", apesar de não estar à frente do Estado IsIâmico em nível operativo internacional.

Um diplomata ocidental e um funcionário do governo do Iraque confirmaram que um bombardeio no dia 18 de março atingiu um comboio suspeito de três veículos na região de al'Baaji, no distrito de Nínive, perto da Síria.

Leia também:  Veja os números da guerra contra o Estado Islâmico

No ano passado, várias notícias foram divulgadas sobre possíveis ferimentos de Baghdadi. Em uma delas, em novembro, havia boatos de que o líder do EI tivesse sido morto. Todas as informações foram desmentidas posteriormente.


    Leia tudo sobre: estado islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.