Ação de Bogotá mata um guerrilheiro das Farc

Por Ansa | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ação é resposta à morte de 11 militares na operação atribuída ao grupo guerrilheiro; outros 17 soldados ficaram feridos

Um guerrilheiro das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) morreu e outros nove foram capturados em duas operações lançadas pelo governo após o ataque que matou 11 soldados na região de Cauca, colocando em risco o processo de paz iniciado pelo presidente Juan Manuel Santos.

Cenário:

Ataque das Farc mata dez soldados e fere outros 17 na Colômbia
Instituto colombiano pede às Farc o fim do recrutamento de menores de idade

O anúncio foi feito pelo ministro da Defesa, Juan Carlos Pinzón, durante uma visita a uma unidade militar a qual pertenciam os militares mortos pelo grupo.

Santos autorizou nesta quarta-feira (15) a realização de ataques aéreos contra as Farc. A ação é resposta à morte dos militares na operação atribuída ao grupo guerrilheiro, quando outros 17 soldados ficaram feridos.

Em sua conta no Twitter, Santos lamentou o episódio. "Esta é precisamente a guerra que queremos acabar", apontou, referindo-se às negociações de paz realizadas em Havana.

Representantes das Farc e de Bogotá deram início no final de 2012 aos diálogos. Esta não é a primeira vez que o governo colombiano tenta um acordo com o grupo e especialistas temem que delicado processo possa ser afetado por episódio de violência.

Veja os dez grupos terroristas mais ricos do mundo:

O Estado Islâmico é a organização terrorista mais rica do mundo. Com recursos vindos de crimes e do petróleo, os militantes administram até US$ 2 bilhões anuais. Foto: APAtuando na Faixa de Gaza, o Hamas - considerado terrorista pelo FBI -  tem renda anual de ao menos US$ 1 bilhão. Foto: Reprodução/YoutubeMilitantes das FARC, Forças Armadas Revolucionária da Colômbia, atua no país há mais de 50 anos com renda anual de até US$ 600 milhões. Foto: Reprodução/YoutubeO Hezbollah, que significa 'Partido de Deus', surgiu após invasão e ocupação do Líbano em 1982 por Israel. Grupo tem renda anual de US$ 500 milhões. Foto: Reprodução/YoutubeO movimento Taleban governou o Afeganistão de 1996 a 2001 e hoje tem renda estimada em US$ 400 milhões vindos principalmente do tráfico de drogas. Foto: Reprodução/YoutubeUma das organizações terroristas mais letais do mundo, a Al-Qaeda atua com cerca de US$ 150 milhões anuais. Foto: Wikemedia CommonsLashkar-e-Taiba, ou 'Exército dos justos', é um grupo radical islâmico paquistanês que atua no sudeste da Ásia com renda de até US$ 100 milhões ao ano. Foto: Reprodução/YoutubeNa Somália, a Al-Shabab é a maior organização militante do país e foi fundada em 2006. Hoje atua com cerca de US$ 70 milhões ao ano. Foto: APO IRA Real, facção radical do IRA, foi criado por ativistas que se opõem ao acordo de paz de 1998 e tem renda anual de até US$ 50 milhões. Foto: Reprodução/YoutubeBoko Haram, que significa 'educação ocidental é pecado', atua na Nigéria com anuais US$ 52 milhões. Foto: Reprodução/Youtube


Leia tudo sobre: farccolômbiagrupo guerrilheiro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas