Cúpula das Américas começa com cumprimento entre Obama e Castro

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Os presidentes dos EUA, Barack Obama, e de Cuba, Raúl Castro, se cumprimentaram no Panamá na noite dessa sexta


Obama e Raúl Castro na Cúpula das Américas, no Panamá, na noite de sexta-feira
AP/Reprodução Telesur
Obama e Raúl Castro na Cúpula das Américas, no Panamá, na noite de sexta-feira


Um momento histórico marcou o início da Cúpula das Américas, na Cidade do Panamá. Pela primeira vez, os presidentes dos EUA, Barack Obama, e de Cuba, Raúl Castro, se encontraram após os dois países reatarem os laços diplomáticos. 

O momento foi registrado pelo governo peruano e mostra os dois líderes conversando ao lado do presidente equatoriano, Rafael Correa, na cerimônia de abertura da cúpula.

Um porta-voz da Casa Branca descreveu o encontro como "informal", sem que tenha havido "uma conversa substancial entre os dois líderes". Os dois presidentes já haviam estado juntos em dezembro de 2013, no funeral de Nelson Mandela, na África do Sul.

Em discurso também nesta sexta, Obama afirmou que "já se acabaram os dias em que nossa agenda no hemisfério davam por certo que os EUA poderiam se intrometer impunemente (na América Latina)".

O  encontro oficial entre Obama e Castro está marcado para amannhã durante a primeira reunião formal de um presidente em exercício americano com um par cubano desde que Dwight Eisenhower se sentou com Fulgencio Batista em 1958. Daí o caráter histórico do encontro.

Obama afirmou que os EUA estão abrindo um novo capítulo em suas relações com Cuba.

"Esperamos criar um ambiente que melhore a vida do povo cubano", disse o americano. "Não porque isso seja imposto por nós, os EUA, mas através do talento, da engenhosidade e das aspirações (cubanas)."

A reaproximação histórica entre os dois rivais deve dominar as atenções na Cúpula das Américas, quatro meses depois de Washington e Havana terem anunciado os primeiros passos da dos esforços para reatar laços diplomáticos e comerciais.

* com informações da BBC Brasil e da Associated Press


Leia tudo sobre: CubaCúpula das AméricasObama

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas