Após sentença do júri federal, Dzhokhar Tsarnaev agora pode ser condenado à morte; advogado diz que irmão o convenceu

Dzhokhar Tsarnaev foi condenado pelo ataque terrorista à maratona de Boston de 2013. Um júri federal considerou Tsarnaev culpado pelo ataque que deixou três mortos e deixou mais de 260 feridos.  Durante o julgamento, o réu manteve as mãos cruzadas e olhou para a mesa de defesa enquanto os vereditos de culpa eram lidos.

Janeiro: Júri começa a ser selecionado para o caso dos ataques na Maratona de Boston

Foto de arquivo mostra Dzhokhar Tsarnaev, suspeito pelos atentados em Boston, EUA (19/04/2013)
AP
Foto de arquivo mostra Dzhokhar Tsarnaev, suspeito pelos atentados em Boston, EUA (19/04/2013)

2014:  Boston homenageia vítimas um ano após atentado à maratona

O júri vai agora decidir se o estudante de 21 anos deve ser condenado à morte ou receber pena de prisão perpétua.

A convicção de Tsarnaev era amplamente esperada, dada a admissão surpreendente de seu advogado durante a abertura das declarações de que ele participou do ataque. Mas o advogado também argumentou que o irmão mais velho de Tsarnaev, Tamerlan, planejou o ato e pediu a seu irmão de então 19 anos ajuda-lo.

A promotoria retratou os irmãos como parceiros plenos em um plano para retaliar os EUA pelas guerras em países muçulmanos.

*Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.