Patrick Sondheimer tentou evitar acidente com o voo 4U9525 que matou 150 pessoas nos alpes franceses

Patrick Sondheimer
Reprodução
Patrick Sondheimer

Duas semanas após a queda do Airbus A320 da Germanwings, foi divulgada a foto do piloto Patrick Sondheimer, que tentou derrubar a porta da cabine para impedir que o copiloto Andreas Lubitz derrubasse o avião nos alpes franceses.

A foto de Sondheimer foi colocada em um memorial na sede da companhia aérea, em Colonia, na Alemanha. Apesar de controvérsias, a empresa também optou por colocar uma foto de Lubitz no local. O acidente ocorreu porque Sondheimer saiu da cabine para ir ao banheiro e, quando voltou, o copiloto tinha trancado a porta para cometer suicídio, de acordo com as investigações.

Leia também:

Copiloto da Lufthansa procurou informações sobre suicídio antes de acidente

2ª caixa-preta de avião que caiu na França é encontrada

Sondheimer tentou forçar a porta com um machado para evitar o acidente. Acredita-se que Lubitz enfrentou um grave quadro de depressão em 2009. A polícia ainda encontrou na sua casa um atestado válido para o dia da tragédia e documentos que comprovam um "tratamento em curso".

O voo 4U9525 da Germanwings ia de Barcelona, na Espanha, a Düsseldorf, na Alemanha. Todas as 150 pessoas a bordo morreram. Sondheimer tinha 36 anos de idade, era casado e pai de dois filhos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.