Aos 117 anos, morre no Japão a pessoa mais velha do mundo

Por Ansa | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Agora, o mais velho do mundo é o também japonês Sakari Momoi, de 112 anos; país tem recorde de pessoas centenárias

 Morreu nesta quarta-feira (01), aos 117 anos, a japonesa Misao Okawa, considerada a pessoa mais velha do mundo, informou a emissora do país "NHK".

Dia 5: Mulher mais velha do mundo completa 117 anos

Misao Okawa completou 117 anos no início de março (arquivo)
AP
Misao Okawa completou 117 anos no início de março (arquivo)

Segundo os médicos que cuidavam da idosa, ela faleceu de causas naturais no asilo onde morava, em Osaka. 

No mês passado, o aniversário da simpática senhora chamou a atenção da mídia mundial. E, segundo Okawa, seus segredos para viver tanto eram comer em abundância o que ela gostava, dormir oito horas por dia e viver sem se estressar.

A japonesa vivia no asilo há cerca de cinco anos, pois até os 110 ela conseguia viver de maneira independente. Nos últimos tempos, porém, ela precisava se deslocar com uma cadeira de rodas.

Okawa nasceu no dia 5 de março de 1898 e teve três filhos, quatro netos e seis bisnetos. Ela era reconhecida como a mulher mais velha do mundo, pelo Livro dos Recordes, desde fevereiro de 2013 - aos 114 anos - e se tornou a pessoa mais idosa a partir de agosto do mesmo ano.

Agora, o mais velho do mundo também é japonês. Sakari Momoi tem 112 anos, que completou no dia 5 de fevereiro. O país, aliás, tem o recorde de pessoas centenárias no mundo: são 59 mil acima dos 100 anos, sendo que 87% deles são mulheres

Leia tudo sobre: misaookawajapao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas