Ameaça em voo da Turquia para São Paulo era falsa

Por Ansa | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Buscas foram realizadas após os pilotos do Boeing 777 informarem que o voo seria alvo de um ataque

As equipes de segurança não encontraram nenhum artefato explosivo no avião da Turkish Airlines que ia para São Paulo, informou a "CNN" local. Segundo a emissora, a aeronave e todas as bagagens foram revistadas e não foi localizado nada suspeito.

Leia também:

Avião da Turkish Airlines com destino a SP desvia por ameaça de bomba

Agora, o avião passará por uma limpeza e será reabastecido para seguir para São Paulo. De acordo com a empresa, 256 pessoas estavam a bordo da aeronave.

As buscas foram realizadas após os pilotos do Boeing 777 informarem que o voo seria alvo de um ataque. De acordo com a "CNN" local, o alerta foi encontrado por uma das comissárias, que viu um bilhete escrito "bomba" no banheiro.

Ao verem o documento, eles informaram a situação de emergência para os controladores que pediram a aterrissagem no aeroporto de Casablanca, o mais próximo no momento.

Segundo as autoridades do país, todas as medidas de precaução necessárias foram tomadas e todas as bagagens passaram por investigação. 

Ontem, um avião da mesma companhia fez uma viagem inaugural na linha Istambul-Tóquio e precisou voltar ao aeroporto por problemas no banheiro da aeronave.

Incidente ocorre a menos de uma semana depois da tragédia com a aeronave da Germanwings, que matou 150 pessoas.

Leia tudo sobre: avião turcosão pauloTurkish Airlinesameaçabomba

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas