Caixa-preta indica que um dos pilotos foi trancado para fora da cabine, diz NYT

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

"O cara do lado de fora está batendo de leve na porta e não há resposta. Então ele bate mais forte e não houve resposta. Nunca há resposta", diz o jornal, citando fonte não identificada

A análise da primeira caixa preta encontrada na última terça-feira (24), mostrou, de acordo com reportagem do jornal New York Times e Le Monde, que um dos pilotos saiu da cabine e não conseguiu retornar. Ele é ouvido batendo na porta com crescente urgência em uma tentativa frustrada de voltar.

O grupo alemão Lufthansa, ao qual pertence a companhia Germanwings, informou nesta quinta-feira (26) que não pode confirmar a notícia.

"No início do voo, é possível ouvir a tripulação falando normalmente, então se escuta o ruído de uma cadeira se movendo e a porta abrindo e fechando. Depois há ruídos que indicam alguém chamando na porta e não há mais diálogo a partir deste momento até a queda", disse a fonte, que teve acesso à caixa-preta, confirmando uma informação do jornal.

"O cara do lado de fora está batendo de leve na porta e não há nenhuma resposta. Então ele bate a porta mais forte e não houve resposta. Nunca há uma resposta", diz o jornal, citando um investigador não identificado. "Você pode ouvir que ele está tentando derrubar a porta".

Leia mais: O que se sabe sobre o acidente de avião que matou 150 nos alpes franceses

Jornal francês La Provence divulgou o que seriam imagens do local em que caiu o avião A320 com destino a Dusseldorf
Reprodução
Jornal francês La Provence divulgou o que seriam imagens do local em que caiu o avião A320 com destino a Dusseldorf



O investigador, a quem o jornal disse que não pôde ser identificado porque a investigação está em andamento, disse ainda no final da gravação, ouve-se os alarmes que indicam a aproximação com a montanha e que não se sabe por que o piloto deixou a cabine. A fonte também não quis especular sobre por que o outro piloto não abriu a porta ou fez contato com o controle em terra antes do acidente.

Leia também: Airbus A320 da Germanwings levava passageiros de 15 nacionalidades

As autoridades francesas não deram detalhes sobre a gravação e salientaram que a causa do acidente ainda é desconhecida. Mas disseram que a descida foi gradual o suficiente para sugerir que o avião estava sob o controle de seus navegadores.

O chefe do departamento de investigação de acidentes da França Remi Jouty, informou que foram gravadas vozes, mas ainda não há uma explicação para o acidente com o avião A320 da Germanwings, que vitimou 150 pessoas.

Remi Jouty disse ainda que "sons e vozes" foram registradas no arquivo de áudio digital recuperado da primeira caixa preta, mas o conteúdo não será divulgado. Enfatizou que seriam necessários dias ou semanas pra decifrá-los totalmente. "É trabalhoso de entender vozes, sons, alarmes e atribuição de vozes diferentes", afirmou.

Assista:Vídeo mostra local onde o Airbus A320 caiu com 150 pessoas na França

Alunos fazem homenagem para vítimas do voo 4U9525. Entre os mortos estão 16 estudantes alemães. (24/03/2015). Foto: APAlunos fazem homenagem para vítimas do voo 4U9525. Entre os mortos estão 16 estudantes alemães. (24/03/2015). Foto: APAlunos fazem homenagem para vítimas do voo 4U9525. Entre os mortos estão 16 estudantes alemães. (24/03/2015). Foto: APAlunos fazem homenagem para vítimas do voo 4U9525. Entre os mortos estão 16 estudantes alemães. (24/03/2015). Foto: APImagens do local em que caiu o avião A320 com destino a Dusseldorf. Foto: APImagens do local em que caiu o avião A320 com destino a Dusseldorf. Foto: APImagens do local em que caiu o avião A320 com destino a Dusseldorf. Foto: APImagens do local em que caiu o avião A320 com destino a Dusseldorf. (24/03/2015). Foto: APJornal francês Le Dauphine Liberé divulga o que seria a primeira imagem da área em que caiu o A320 nos alpes franceses, que levava 150 pessoas a bordo (24/03/2015). Foto: Reprodução/Le Dauphine LiberéJornal francês La Provence divulgou o que seriam imagens do local em que caiu o avião A320 com destino a Dusseldorf. Foto: ReproduçãoJornal francês Le Dauphine Liberé divulga o que seria a primeira imagem da área em que caiu o A320 nos alpes franceses, que levava 150 pessoas a bordo. Foto: ReproduçãoExército helicópteros de resgate parque em Seyne, Alpes franceses (24.03.15). Foto: APEquipes de resgate esperam para atender vítimas do acidente aéreo na França. Foto: Reprodução/TwitterEquipes de resgate esperam para atender vítimas do acidente aéreo na França. Foto: Reprodução/TwitterImagem da região do acidente aéreo nos Alpes Franceses . Foto: Reprodução/TwitterFamiliares confortam parentes das vítimas do acidente com o voo 4U9525 (24/03/2015)  . Foto: APFamiliares confortam parentes das vítimas do acidente com o voo 4U9525 (24/03/2015)  . Foto: APFamiliares devítimas do voo 4U9525 chegam ao aeroporto de Barcelona (24.03.15) . Foto: APFamiliares devítimas do voo 4U9525 chegam ao aeroporto de Barcelona (24.03.15). Foto: AP Chorando as pessoas chegam no aeroporto de Duesseldorf, Alemanha, terça-feira, 24 de marco, 2015. Foto: APHomem esperando pelo voo 4U9525 no aeroporto de Duesseldorf, Alemanha, terça-feira, 24 de março, 2015. Foto: APAirbus A320 cai com 148 pessoas da França. Foto: APAirbus A320 cai com 148 pessoas da França. Foto: APAirbus A320 cai com 148 pessoas da França. Foto: APAirbus A320 cai com 148 pessoas da França. Foto: AP

Segunda caixa preta

O presidente francês, François Hollande, chegou a declarar que a segunda caixa preta, onde contem as gravações de dados de voo tinha sido encontrada nos escombros, mas estaria faltando o cartão de memória que captura o equivalente a 25 horas de informações sobre a posição e condição do avião. Jouty se recusou a confirmar a descoberta.

*Com informações da AP

Leia tudo sobre: A320Germanwingsacidente aéreofrançaNew YorkTimes

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas