Na Uganda, associação luta contra a discriminação de quem sofre desta anomalia genética e são mutiladas e até mortas

A perseguição a albinos em alguns países do continente africano tem mobilizado organizações não governamentais.

Leia tambémAlbinos são vendidos por até R$ 160 mil para rituais de magia na Tanzânia

A intenção é proteger essas pessoas da perseguição por parte de bruxos que usam partes de seus corpos em rituais. Assista;


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.