Airbus que caiu na França tinha 24 anos de uso

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Modelo Airbus 320 é o avião comercial mais vendido em todo mundo. Atualmente, mais de 6 mil estão em circulação

O Airbus 320, que caiu nos Alpes Franceses nesta terça-feira (24) nesta terça-feira (24), com 150 pessoas a bordo, pertence a empresa alemã Germanwings, uma filial de baixo custo da Lufthansa. A aeronova tinha 24 anos de uso, segundo a mprensa internacional. Não há sobrevivente, segundo o governo francês. 

Leia também: Airbus A320 cai com 150 pessoas na França

Airbus A320 cai com 148 pessoas da França

Airbus A320 cai com 148 pessoas da França
AP
Airbus A320 cai com 148 pessoas da França

Fundada em 2002, a Germanwings tornou-se uma subsidiária Lufthansa em 2009. Os Airbus A320, que entraram em serviço em 1988, são considerados aviões seguros, de acordo com a CNN, que cita o analista de aviação David Soucie. 

Leia também: França não tinha acidentes de avião de linha desde 2000

François Hollande diz que acidente não deve ter sobreviventes

Populares em todos o mundo, o A320 tornou-se o modelo aibus mais vendido do mundo. Ao todo, 11.537 aeronaves já foram vendidas. A frota transportou 6 milhões de passageiros desde 1988. Atualmente, 6.191 aeronaves deste tipo estão em operação em todo o mundo. 

No Brasil, o modelo é usado pelas empresas TAM e Avianca. 

Veja fotos do acidente:

Equipes de resgate esperam para atender vítimas do acidente aéreo na França. Foto: Reprodução/TwitterEquipes de resgate esperam para atender vítimas do acidente aéreo na França. Foto: Reprodução/TwitterImagem da região do acidente aéreo nos Alpes Franceses . Foto: Reprodução/TwitterHomem esperando pelo voo 4U9525 no aeroporto de Duesseldorf, Alemanha, terça-feira, 24 de março, 2015. Foto: APAirbus A320 cai com 148 pessoas da França. Foto: APAirbus A320 cai com 148 pessoas da França. Foto: APAirbus A320 cai com 148 pessoas da França. Foto: APAirbus A320 cai com 148 pessoas da França. Foto: AP

Acidentes famosos com A320

Apesar de considerados seguros, alguns acidentes com aviões da família Airbus 320 ficaram famosos. No Brasil, o ano de 2007, foi marcado por um grave acidente com uma aeronave do tipo operado pela TAM. O voo 3054, que saiu de Porto Alegre com destino a São Paulo, ultrapassou o fim da pista do Aeroporto de Congonhas durante o pouso e se chocou contra um depósito de cargas da TAM do outro lado da avenida Washington Luis. O acidente matou as 187 pessoas que estavam a bordo, além de 12 que estavam em solo. 

A família Airbus também ganhou os holofotes da imprensa internacional em 2009, quando um piloto de um A320 fez um pouso de emergência no rio Hudson, em Nova York, nos Estados Unidos, minutos após decolar do aeroporto LaGuardia. 

O avião tinha 155 pessoas a bordo, mas ninguém morreu. A aeronave, que pertencia a companhia aérea US Airway, bateu em uma revoada de gansos. 

Em 28 de dezembro do ano passado, um Airbus 320 da companhia malaia AirAsia caiu no mar de Java. Ao todo, 162 pessoas morreram - 155 passageiros e sete tripulantes. Os destroços da aeronove foram encontradas dois dias depois do acidente no estreito de Karimata, a mais de 100 km de onde havia sido enviado o último sinal de comunicação. 

Em 2000, a aeronave Airbus 320 da Gulf Air caiu com 135 passageiros e oito tripulantes no Golfo Pérsico. O voo partiu de Cairo, no Egito, com destino a Barém. 


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas