Fotos mostram cotidiano de limpadores de latrina na Índia

Por BBC | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

ONG pede que Índia acabe com remoção manual de fezes feita por comunidades de castas mais baixas

BBC

Milhares de famílias nas castas mais baixas da Índia sobrevivem aceitando comida ou pagamento intermitente pela limpeza de latrinas e pela remoção de excrementos humanos em seus vilarejos.

Em diversos Estados indianos a prática antiga ainda é comum. Os homens, mulheres e crianças que a realizam, no entanto, ainda são considerados "intocáveis". Eles também costumam ser vítimas de ameaças e de maus tratos caso se recusem a fazer o trabalho.

A ONG indiana Jan Sahas lançou uma campanha que libertou 11 mil limpadores de latrinas no Estado de Madhya Pradesh.

"A limpeza manual de fezes humanas não é um emprego, mas uma injustiça semelhante à escravidão. É uma das formas mais proeminentes de discriminação contra os dálits (conhecidos antes como intocáveis), e é central para a violação dos seus direitos humanos", diz Ashif Shaikh, criador da campanha.

Conheça a história de alguns desses limpadores de latrina:

Na Índia, milhões de pessoas de castas mais baixas removem excrementos humanos e carregam em cestos para serem descartados. Foto: Digvijay Singh/BBCLimpadores são considerados "intocáveis". Na foto, mulher entre em uma casa para remover excrementos. Foto: Digvijay Singh/BBCManisha usa um prato de lata e uma vassoura para limpar excrementos de 20 casas por dia. 'É tão ruim, que não sinto fome'. Foto: Digvijay Singh/BBCTipo de cesto carregado pelos limpadores de latrinas. Foto: Digvijay Singh/BBCFamília toda trabalha com limpeza da latrinas. Eles querem parar, mas não recebem permissão. Foto: Digvijay Singh/BBCRahul disse que apanhou após tocar em uma tigela que pertencia a uma garoto de casta mais alta. Foto: Digvijay Singh/BBCSahina (à esq.) diz que, na escola, era obrigada a sentar longe de outras crianças na hora de comer. Ela saiu da escola. Foto: Digvijay Singh/BBC"Se você é da casta Mehatar, é para isso que é contratado", diz Anil, limpador de latrinas. Foto: Digvijay Singh/BBCMunnidev (foto) conta que nem sempre é paga pelo trabalho. Foto: Digvijay Singh/BBCSanajbi, ex-limpadora de latrina, conseguiu deixar o trabalho em 2008 com a ajuda de uma ONG. Foto: Digvijay Singh/BBC


Leia tudo sobre: Índiaexcrementoslimpadores de latrinacastas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas