Apesar de trégua, mais dois soldados morrem no leste da Ucrânia

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Kiev e os milicianos pró-russos lançam acusações de violação do acordo de cessar-fogo, que foi firmado em fevereiro

Agência Brasil

Dois soldados ucranianos morreram e outros sete ficaram feridos nas últimas 24 horas, em confrontos com separatistas pró-russos, no leste da Ucrânia, apesar da trégua estabelecida em fevereiro, na cidade de Minsk.

O porta-voz da denominada operação antiterrorista, Andréi Lisenko, informou à imprensa que as forças governamentais perderam "dois efetivos", em "resultado de escaramuças".

Apesar do registo de mortes em Minsk, as autoridades de Donetsk declararam que "reina a calma". Estão sendo feitas obras de reparação no local, devido às ações militares.

Leia também: Putin acusa EUA de organizar golpe na Ucrânia

Kiev e os milicianos pró-russos lançam diariamente acusações de contínuas violações ao cessar-fogo. O acordo foi firmado em fevereiro, após uma longa negociação envolvendo os presidentes de Ucrânia, Rússia, Alemanha e França.

Segundo dados das Nações Unidas, mais de seis mil pessoas, entre combatentes e civis, morreram no leste da Ucrânia nos últimos 11 meses de conflito.

Leia tudo sobre: mundoucrâniarússiaconflito

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas