Estado Islâmico pode estar vendendo tesouros arqueológicos na internet

Por Ansa |

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo imprensa britânica, moedas, joias, pinturas e cerâmicas estariam sendo comercializadas

Após chocar o mundo ao destruir monumentos milenares no Oriente Médio, integrantes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) estariam vendendo na internet moedas e cerâmicas e outros tesouros arqueológicos saqueados.

Vendas na web poderiam financiar ações do grupo terrorista
Reprodução/Excelsior/Al Hayat
Vendas na web poderiam financiar ações do grupo terrorista

Leia mais: Estado Islâmico exibe 21 reféns curdos enjaulados pelas ruas do Iraque

Papa condena decapitações comandadas pelo Estado Islâmico

De acordo com a imprensa britânica, artefatos encontrados em sites como o "Ebay" estariam sendo vendidos para financiar as atividades do grupo.

O Estado Islâmico aparentemente destrói monumentos maiores por razões ideológicas, mas reúne objetos menores para ganhar dinheiro. Entre os artefatos estão moedas, cerâmica antiga, pinturas e joias.

Leia tudo sobre: Estado Islâmicoterrorismosaquesinternet

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas