Policiais são baleados durante protesto em Ferguson

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Em agosto de 2014 passado o jovem negro Michael Brown foi morto por um policial branco. Os agentes foram baleados durante um protesto em frente ao departamento de polícia. Não há informações sobre o estado de saúde dos policiais

Dois agentes foram baleados por volta da meia-noite (horário local) desta quinta-feira (12) em um tiroteio em frente ao departamento de polícia de Ferguson, a cidade dos Estados Unidos onde em agosto do ano passado, o jovem negro Michael Brown foi morto por um policial branco.

O porta-voz da polícia de Ferguson, Brian Schellman, informou que não há detalhes sobre o estado de saúde dos agentes.

Policiais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em FergusonPoliciais são baleados durante protesto em Ferguson. Foto: Policiais são baleados durante protesto em Ferguson


Os protestos foram desencadeados após, na tarde de quarta-feira (11), o chefe de polícia, Thomas Jackson, ter renunciado ao cargo por causa do relatório negativo do Departamento de Justiça sobre as práticas discriminatórias dos agentes e das autoridades da cidade. Jackson foi o sexto empregado a demitir-se ou ser demitido após a emissão do relatório.

Shellman relatou ainda que os tiros foram disparados de uma multidão de cerca de 150 pessoas. Alguns manifestantes cairam no chão e outros correram. A presença da polícia no locar é enorme, incluindo oficiais da tropa de choque, que depois do ocorrido cercaram o departamento.

Leia tudo sobre: Michael BrownFergusonpolicial brancojovem negro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas