Polícia investiga morte de cão multicampeão; suspeita é de envenenamento

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Caso ocorreu durante a renomada competição internacional de caninos Crufts, no Reino Unido; autópsia revelou pedaços de carne envenenados no estômago do animal, diz criadora

Um caso ocorrido durante uma das maiores competições de animais do mundo tem mobilizado uma investigação policial em torno da morte de um cachorro. Dezenas de publicações britânicas repercutiram a história: Jagger, um animal da raça setter irlandês, morreu logo depois de ter participado da edição de 2015 da Crufts, tradicional feira de cães realizada desde 1891 na cidade de Birmingham, Inglaterra.

O cão Jagger (Thendara Satisfaction): morto envenenado, ele pode ter sido vítima de criadores rivais. Foto: DivulgaçãoO cão Jagger (Thendara Satisfaction): morto envenenado, ele pode ter sido vítima de criadores rivais. Foto: DivulgaçãoO cão Jagger (Thendara Satisfaction): morto envenenado, ele pode ter sido vítima de criadores rivais. Foto: DivulgaçãoO cão Jagger (Thendara Satisfaction): morto envenenado, ele pode ter sido vítima de criadores rivais. Foto: DivulgaçãoJagger quando filhote: o cão tinha três anos de idade. Foto: DivulgaçãoOs proprietários do Canil Thendara: há três décadas criando animais campeões . Foto: Divulgação

O caso ocorreu na sexta-feira (6) e desde então tem mobilizado investigadores a descobrir o que ocorreu. Isso porque, de acordo com a criadora de Jagger – que competia com o nome Thendara Satisfaction –, Dee Milligan-Bott, do Canil Thendara, foram encontrados pedaços de carne envenenada no estômago do animal de 3 anos durante a autópsia realizada após a sua morte. O cachorro veio a óbito quando já se encontrava na casa de seus donos, na Bélgica.

Veja também:
Polícia investiga envenenamento de cães no litoral gaúcho
Louva-deus surpreende após ser envenenado

"Mas o exame provou que os pedaços só podem ter sido ingeridos por Jagger quando ele estava na Crufts", disse Milligan-Botts. Assim como os donos do cão, a criadora acredita que a morte pode ter sido provocada como retaliação ao fato de o animal ter conquistado muitas competições internacionais recentemente.

Os proprietários do Canil Thendara: há três décadas criando animais campeões no Reino Unido
Divulgação
Os proprietários do Canil Thendara: há três décadas criando animais campeões no Reino Unido

Para Milligan-Boots, quem quer que tenha sido o responsável pelo envenenamento, praticado com até três tipos diferentes de veneno, sabia exatamente o que estava fazendo. Isso porque o material tóxico usado seria de ação lenta, para evitar suspeitas.

"Todos os cães estavam correndo e brincando juntos enquanto Jagger parecia um pouco cansado, incapaz de seguir os outros. Quatro horas depois ele desmaiou e, quando o veterinário chegou, já estava morto", lembra ela, criadora de cães há três décadas e com diversos outros animais presentes na competição, em entrevista ao site "Dog World". "Tenho muito orgulho de nossos recordes no ramo, mas talvez outras pessoas não estejam tão contentes com eles."

Em seu quarto e último dia neste domingo (8), a Crufts tem o objetivo de avaliar os cães principalmente por sua obediência aos donos e agilidade.

Leia tudo sobre: thendaracão envenenadocruftssetter irlandês

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas