Avião com 131 passageiros derrapa em pista de aeroporto durante nevasca em NY

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Segundo o Departamento de Bombeiros do Estado, 24 pessoas ficaram feridas no incidente, no qual foi registrado vazamento de combustível; nenhuma delas corre o risco de morrer

Um avião da Delta Airlines derrapou na pista do segundo maior aeroporto de Nova York durante uma nevasca e obrigou o Departamento de Bombeiros do Estado a mobilizar homens para o resgate, nesta quinta-feira (5). Segundo a corporação, 24 pessoas ficaram feridas, mas nenhuma corre o risco de morrer.

Imagem da aeronave da Delta Airlines, que quase caiu dentro do rio East River, na costa Leste
Twitter/Reprodução
Imagem da aeronave da Delta Airlines, que quase caiu dentro do rio East River, na costa Leste

O Departamento de Bombeiros confirmou que o incidente ocorreu no início da tarde, no Aeroporto LaGuardia, localizado em Flushing Bay, em frente ao rio East River, onde a aeronave quase caiu. De acordo com a corporação, foi localizado um vazamento de combustível no avião.

Leia mais:
Acúmulo de gelo pode ter causado queda de avião da AirAsia
Acidente em Taiwan: veja como ficou táxi atingido por avião

Não é a primeira vez que o LaGuardia registra acidentes com aeronaves. O mais trágico deles ocorreu no dia 3 de fevereiro de 1959, quando um avião da American Airlines bateu ao se aproximar do East River. Sessenta e cinco dos 73 passageiros morreram na ocasião. 

Veja acidentes aéreos que mudaram a história da aviação:

Em 1956, aeronave da Trans World Airlines colidiu no ar com outra da United Airlines sobre o Grand Canyon, matando todas as 128 pessoas a bordo em ambos os aviões. O acidente levou a criação da Federal Aviation Administration (FAA). Foto: Reprodução/YoutubeEm 1986, o controle de tráfego aéreo dava pouca importância aos pequenos aviões. Até um Piper colidir com um Aeromexico DC-9 e deixar 72 mortos. Depois disso, voos privados instalaram dispositivos eletrônicos que transmitiam informações ao solo. Foto: Reprodução/YoutubeEm 1998, pilotos de um McDonnell Douglas MD-11 sentiram cheiro de fumaça na cabine antes de o avião cair no Atlântico ao largo da costa leste do Canadá. Investigadores acreditam que o fogo se espalhou por causa da fuzilagem inflamável. Depois disso, materiais resistentes ao fogo foram encomendados. Foto: Reprodução/YoutubeEm 1985, um voo da Delta rumo a Dallas foi derrubado por ventos violentos que deixaram 137 mortos. Um esforço de pesquisa de sete anos entre a NASA e a FAA resultou em um equipamento mais eficaz para detectar e controlar o problema. Foto: Reprodução/YoutubeEm 1996, Boeing 747 da TWA rumo a Paris decolou de NY e depois, explodiu no ar. A investigação concluiu que problemas em um tanque de combustível levou ao acidente e as 230 mortes. Então, a FAA promoveu mudanças que diminuiriam a chance de faíscas na fiação. Foto: Reprodução/YoutubeEm 1994, uma válvula do sistema de um Boeing 737 emperrou enquanto avião se aproximava de Pittsburgh e derrubou a aeronave. Depois disso, boeings foram equipados com serviços de sobrevivência. Foto: Reprodução/YoutubeEm 1988, fuselagem explodiu voo da Aloha Airlines no curto trajeto entre Hilo e Honolulu. O acidente levou a FAA a aumentar a inspeção e manutenção dos voos. Foto: Reprodução/YoutubeEm 1983, voo da Air Canada rumo a Toronto a partir de Dallas desenvolveu um incêndio em um dos banheiros. Em meio a fumaça pesada, o piloto fez um pouso de emergência em Cincinnati, mas não conseguiu evitar 23 mortes. Como resultado, detectores de fumaça e extintores automáticos de incêndio se tornaram obrigatórios. Foto: Reprodução/YoutubeEm 1996, um ValuJet caiu no Everglades, Flórida, depois de um incêndio gerado na carga. Ele matou todas as 110 pessoas a bordo. Depois da tragédia, detectores de fumaça e extintores automáticos de incêndio se tornaram obrigatórios em porões de carga dos voos comerciais. Foto: Reprodução/YoutubeEm 1978, a United DC-8 circulou Portland, Oregon enquanto tentavam resolver um problema do trem de pouso. O avião ficou sem combustível e caiu. O acidente mudou procedimentos de treinamento cockpit e enfatizou o trabalho em equipe e comunicação. Foto: Reprodução/Youtube


Leia tudo sobre: laguardiaaeroportoavião derrapaaviãomundoeuaacidente aéreo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas