Americano foi responsável por ataque suicida no Iraque, diz Estado Islâmico

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Oficiais confirmaram que ataque semelhante ao descrito pelos rebeldes, que matou três pessoas, realmente aconteceu

Um ataque suicida que matou ao menos três soldados iraquianos nesta semana foi obra de um cidadão dos EUA. É o que afirma o grupo Estado Islâmico, de acordo com matéria publicada na rede de notícias norte-americana CNN, nesta quinta-feira (5).

Veja quais são os dez grupos terroristas mais ricos do mundo:

O Estado Islâmico é a organização terrorista mais rica do mundo. Com recursos vindos de crimes e do petróleo, os militantes administram até US$ 2 bilhões anuais. Foto: APAtuando na Faixa de Gaza, o Hamas - considerado terrorista pelo FBI -  tem renda anual de ao menos US$ 1 bilhão. Foto: Reprodução/YoutubeMilitantes das FARC, Forças Armadas Revolucionária da Colômbia, atua no país há mais de 50 anos com renda anual de até US$ 600 milhões. Foto: Reprodução/YoutubeO Hezbollah, que significa 'Partido de Deus', surgiu após invasão e ocupação do Líbano em 1982 por Israel. Grupo tem renda anual de US$ 500 milhões. Foto: Reprodução/YoutubeO movimento Taleban governou o Afeganistão de 1996 a 2001 e hoje tem renda estimada em US$ 400 milhões vindos principalmente do tráfico de drogas. Foto: Reprodução/YoutubeUma das organizações terroristas mais letais do mundo, a Al-Qaeda atua com cerca de US$ 150 milhões anuais. Foto: Wikemedia CommonsLashkar-e-Taiba, ou 'Exército dos justos', é um grupo radical islâmico paquistanês que atua no sudeste da Ásia com renda de até US$ 100 milhões ao ano. Foto: Reprodução/YoutubeNa Somália, a Al-Shabab é a maior organização militante do país e foi fundada em 2006. Hoje atua com cerca de US$ 70 milhões ao ano. Foto: APO IRA Real, facção radical do IRA, foi criado por ativistas que se opõem ao acordo de paz de 1998 e tem renda anual de até US$ 50 milhões. Foto: Reprodução/YoutubeBoko Haram, que significa 'educação ocidental é pecado', atua na Nigéria com anuais US$ 52 milhões. Foto: Reprodução/Youtube

Dois dias atrás, o grupo, que reivindica a criação de um califado em uma ampla área que abrange partes dos territórios da Síria e do Iraque, divulgou uma foto de um mascarado identificado pelos terroristas como Abu Daood Al-Amriki. Segundo eles, o homem é um jihadista norte-americano que cometeu o ataque suicida em Samarra, por meio do uso de explosivos instalados em um veículo.

Leia mais:
Carrasco do Estado Islâmico é identificado
Estado Islâmico divulga vídeo da execução a tiros de quatro sunitas no Iraque

Dois oficiais iraquianos confirmaram que um ataque na região como o descrito pelos rebeldes realmente aconteceu. Entretanto, as autoridades dos EUA não confirmaram a informação, bem como o Estado Islâmico não divulgou o nome do suposto americano. 

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas