Oficiais confirmaram que ataque semelhante ao descrito pelos rebeldes, que matou três pessoas, realmente aconteceu

Um ataque suicida que matou ao menos três soldados iraquianos nesta semana foi obra de um cidadão dos EUA. É o que afirma o grupo Estado Islâmico, de acordo com matéria publicada na rede de notícias norte-americana CNN, nesta quinta-feira (5).

Veja quais são os dez grupos terroristas mais ricos do mundo:

Dois dias atrás, o grupo, que reivindica a criação de um califado em uma ampla área que abrange partes dos territórios da Síria e do Iraque, divulgou uma foto de um mascarado identificado pelos terroristas como Abu Daood Al-Amriki. Segundo eles, o homem é um jihadista norte-americano que cometeu o ataque suicida em Samarra, por meio do uso de explosivos instalados em um veículo.

Leia mais:
Carrasco do Estado Islâmico é identificado
Estado Islâmico divulga vídeo da execução a tiros de quatro sunitas no Iraque

Dois oficiais iraquianos confirmaram que um ataque na região como o descrito pelos rebeldes realmente aconteceu. Entretanto, as autoridades dos EUA não confirmaram a informação, bem como o Estado Islâmico não divulgou o nome do suposto americano. 

    Leia tudo sobre: estado islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.