Boris Nemtsov era líder opositor ao governo de Vladimir Putin e foi morto a tiros na última sexta-feira na capital da Rússia

O opositor russo Boris Nemtsov foi assassinado a pedido do presidente da Rússia, Vladimir Putin, segundo denúncia do blogueiro Alexei Navalny, um dos maiores inimigos do Kremlin.

"Tenho para mim que Nemstov foi morto pelos Serviços Secretos ou por uma organização pró-governo sob ordens das autoridades políticas do país, o que inclui Putin", declarou o ativista em seu site.

O ex-vice-premier durante o governo de Boris Iéltsin, um dos maiores críticos ao governo atual, foi vítima de quatro disparos em meio a uma emboscada realizada na última sexta-feira, dia 27, em Moscou.

A namorada do opositor, a modelo ucraniana Anna Duritskaya, de 23 anos, deixou a Rússia com medo de também se tornar alvo de ataques e voltou para seu país natal.

No domingo, milhares de pessoas foram às ruas de Moscou para protestar contra o governo de Putin e prestar homenagens a Nemtsov. 

Entenda
+ Opositor do governo russo é assassinado em Moscou
+ Milhares saem às ruas de Moscou para lembrar opositor do governo morto a tiros


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.