Unicef estima que ao menos 12 mil crianças estejam sendo usadas pelos dois lados que travam uma guerra civil no país

Agência Brasil

Um grupo armado não identificado do Sudão do Sul raptou pelo menos 89 rapazes no Norte do país, informou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em comunicado. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o rapto em massa pode envolver números superiores.

Leia mais:  Presidente do Sudão do Sul afirma estar 'relutante' quanto a dividir governo

HRW diz que Exército do Sudão do Sul continua a recrutar crianças

Segundo testemunhas, homens armados cercaram as aldeias e fizeram buscas de casa em casa para levar os adolescentes, todos com idade acima de 12 anos.

“O recrutamento e uso de crianças e adolescentes por forças militares destrói as famílias e as comunidades”, disse o diretor do Unicef no Sudão do Sul, Jonathan Veitch.

O Unicef estima que pelo menos 12 mil crianças estejam sendo usadas por ambos os lados que travam uma guerra civil no Sudão do Sul.

*Com informações da Agência Lusa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.