Ação foi tomada após juiz do Texas suspender a aplicação da medida em território nacional por causar "danos irreparáveis"

A decisão de um juiz do Texas de suspender a aplicação em todo os Estados Unidos da reforma migratória do presidente Barack Obama fez com que a Casa Branca paralisasse o projeto.

Novembro:  Republicanos criticam regularização de imigrantes anunciada por Obama

A reforma, adotada por decreto em novembro, evita que cinco milhões de pessoas sejam deportadas por estarem em condições ilegais no país. A medida deveria entrar em vigor nesta quarta-feira (18).

A suspensão foi determinada pelo juiz federal Andrew Hannen em uma ação iniciada por 26 estados do país, todos governados por republicanos. Em seu despacho, ele afirma que a refoma pode gerar danos irreparáveis.

2014:  Após anúncio de Obama, brasileiro nos EUA sonha rever a mãe após 12 anos

Antes da decisão, a medida já estava gerando críticas no Congresso entre os republicanos, que tentam condicionar a aprovação do orçamento do Departamento de Segurança Doméstica à anulação da reforma.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.