O ataque foi cometido por três homens que se locomoviam em um riquixá – carroça de duas rodas puxada por uma pessoa

Agência Brasil

Onze pessoas morreram na tarde em um novo atentado suicida perto de Biu, no Nordeste da Nigéria, nesta terça-feira (17). O ato terrorista ocorreu apenas cinco dias depois de um ataque semelhante na mesma região.

Imagem de destroços de outro ataque terrorista recente reivindicado pelo grupo Boko Haram
AP
Imagem de destroços de outro ataque terrorista recente reivindicado pelo grupo Boko Haram

O atentado foi cometido por três homens que se locomoviam em um riquixá (carroça de duas rodas puxada por uma pessoa), por volta das 13h (10h em Brasília), na aldeia de Yamarkumi, a 4 quilômetros de Biu, no estado de Borno.

Leia mais:
Boko Haram invade cidade na Nigéria e Exército reage

Segundo testemunhas, os três homens se explodiram e mataram 11 pessoas, integrantes de milícias de autodefesa e crianças que vendiam mercadorias na rua. Suspeitos fugiram em um segundo riquixá, que foi perseguido por soldados e milicianos. O hospital central de Biu registrou a chegada de 14 corpos, incluindo os dos três terroristas.

Veja quais foram os piores e mais marcantes ataques terroristas de 2014:

O atentado ocorreu depois de um outro ataque suicida ocorrido na quinta-feira (12), em um mercado superlotado em Biu. Uma jovem se explodiu e matou 11 pessoas. No domingo (15), 16 pessoas morreram e pelo menos 30 ficaram feridas quando uma outra mulher-bomba detonou explosivos em um terminal de ônibus de Damaturu.

Leia também:
Itamaraty condena atentado que matou 16 pessoas na Nigéria
Pelo menos sete pessoas foram mortas e 32 feridas em atentado suicida na Nigéria
Presidente nigeriano pede assistência dos EUA para combater Boko Haram

O grupo extremista armado Boko Haram tentou várias vezes se apoderar de Biu, localizada a 180 quilômetros da capital do estado de Borno, Maiduguri. O grupo, no entanto, sempre acabou repelido pelo exército e pelas milícias de autodefesa locais

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.