Papa Francisco nomeia 20 cardeais em cerimônia com presença de Bento XVI

Por AP | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Maioria dos novos cardeais vem de países pobres e, à semelhança de Francisco, atuava em meio a marginalizados

AP

Os dois papas se cumprimentam em cerimônia de nomeação de cardeais
AP
Os dois papas se cumprimentam em cerimônia de nomeação de cardeais

O papa Francisco nomeou 20 novos cardeais neste sábado (14). Na homilia de posse, Francisco disse-lhes para colocarem de lado o orgulho, o ciúme e os interesses próprios a fim de exercerem a caridade perfeita.

Aposentado, o papa Bento XVI participou da cerimônia sentado na primeira fila da basílica. Francisco o abraçou e, ao fim da ordanação, um grupo de cardeais alinhados o cumprimentaram.

Muitos dos novos cardeais vêm de dioceses distantes, em que muitas vezes os católicos são minoria – um reflexo da insistência de Francisco para que a Igreja olhe para as periferias e as reflita em seu governo. Dentre os novos cardeais, vários, assim como o papa, concentram seus ministérios entre os pobres e marginalizados.

Em sua homilia, Francis lembrou seus mais novos colaboradores que ser um cardeal não é um prêmio, mas sim uma maneira de servir a igreja melhor em humildade e ternura.

Todos são tentados

Francisco lembrou que nem mesmo os clérigos estão imunes à tentação de ficar com ciúmes, raiva ou orgulhosos, ou para perseguir seus próprios interesses, mesmo quando "envolto em aparências nobres."

"Mesmo aqui, a caridade só caridade quando ela nos liberta", disse ele. 

De certa forma, suas palavras duras são uma versão amenizada de uma crítica que ele fez na noite do Natal aos burocratas do Vaticano.

Em seguida, ele enumerou 15 doenças, incluindo "espiritual Alzheimer" e o "terrorismo de fofoca", que pode afligir homens da Igreja, mesmo em seus níveis mais elevados.

Novos cardeais

Este é o segundo consistório para criação de novos cardeais e mais uma vez Francisco olhou para as "periferias".

Dentre os novos cardeais está Soane Patita Paini Mafi, de Tonga, um pequeno Estado ilha no meio do Oceano Pacífico na linha de frente do aquecimento global.

Outro nomeado é Francesco Montenegro de Agrigento, da Sicília, cuja igreja – que se estende até a ilha de Lampedusa – tem lidado com a chegada de dezenas de milhares de migrantes ao longo dos anos.

E há o arcebispo de David, no Panamá, o cardeal José Luis Lacunza Maestrojuan, que trabalha com os povos indígenas para protegê-los de interesses mineiros.

Tarefa

Além de auxiliar o papa, uma das tarefas dos cardeais é eleger um novo pontífice. Todos os cardeais com menos de 80 anos podem participar de um conclave. 

Leia tudo sobre: papa Francisconomeação de cardeais

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas