Após celebração, Pontífice dedicou reflexão às mulheres e crianças "exploradas e abusadas" por trabalho ou prazer

Papa celebra o Angelus no Vaticano
Gregorio Borgia/AP - 8.2.15
Papa celebra o Angelus no Vaticano

Após a celebração do Angelus deste domingo (8) na praça São Pedro, Vaticano, o papa Francisco dedicou um pensamento às mulheres e crianças "escravizadas, exploradas e abusadas como instrumentos de trabalho ou prazer".

Leia também: Papa defende maior participação das mulheres na Igreja Católica

Em seu discurso, o Pontífice instou aqueles que têm "responsabilidades de governo" a se esforçarem para "remover as causas dessa praga vergonhosa, indigna de uma sociedade civil". As declarações foram dadas no âmbito da jornada de orações contra o tráfico de pessoas, proposta pela União dos Superiores Gerais dos Institutos Religiosos.

"Que cada um de nós se sinta comprometido em ser as vozes desses nossos irmãos e irmãs, humilhados em sua dignidade. Rezemos a Ave Maria para eles e seus familiares", disse Jorge Bergoglio. 

Imagens retratam popularidade do Papa Francisco


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.