Homem estava preso ao cinto de segurança e vestia uniforme; não se sabe se se trata do piloto ou do copiloto da areonave

AP

Cauda do avião da AirAsia é encontrada
AP
Cauda do avião da AirAsia é encontrada

Mergulhadores da Indonésia recuperaram mais uma série de corpos do acidente ocorrido em dezembro com um avião da AirAsia , incluindo um que estava na cabine da aeronave. No total, 100 foram resgatados até agora, segundo um oficial.

O Airbus A320-200 c aiu no mar de Java em 28 de dezembro durante um voo de Surabaya , segunda maior cidade da Indonésia, para Cingapura. Todas as 162 pessoas que estavam a bordo morreram.

Mergulhadores encontraram quatro corpos na sexta-feira (6), incluindo um que estava na cabine dos pilotos, disse Henry Bambang Soelistyo, chefe da Agência Nacional de Busca e Resgate da Indonésia. Ele disse que o corpo decomposto, vestido com uniforme e ainda preso ao cinto de segurança, era possivelmente o do piloto Iriyanto, que como muitos indonésios usa apenas um nome, ou do copiloto francês Remi Emmanuel Plesel.

Leia também: Corpos foram encontrados com os cintos afivelados

Acidente em Taiwan: veja como ficou o táxi atingido por avião

Soelistyo disse que uma forte corrente submarina suspendeu as tentativas de meergulhadores de tirar o outro corpo da cabine. Três outros corpos foram recuperados no sábado, elevando a 100 o número de vítimas resgatadas, Soelistyo disse à MetroTV.

Alguns dos corpos foram encontrados próximo à ilha de Sulawes, cerca de 1 mil km a leste do local do acidente. Mais de 60 mergulhadores participam das buscas, que foram retomadas em 31 de janeiro após várias tentativas frustradas de levantar a fuselagem do fundo do mar.

Confira imagens do resgate do avião da AirAsia


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.