Milhares vão às ruas da Alemanha em protesto anti-islâmico

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Pegida reuniu cerca de 17 mil pessoas contra 'islamização do Ocidente'. Outras 5 mil pessoas foram às ruas contra protesto

Milhares se reuniram em manifestação anti-islâmica em Dresdem, na Alemanha, neste domingo (25). O protesto foi a primeira ação do movimento Pégida após a revelação de ameaças de um atentado contra o protesto, segundo o jornal Le Monde.

+ No Brasil, muçulmanas são agredidas com cusparadas e pedradas

Segundo a polícia local, cerca de 17 mil pessoas estiveram na marcha contra a "Islamização do Ocidente".

Milhares se reuniram em manifestação anti-islâmica em Dresdem, na Alemanha, neste domingo (25)
Associated Press
Milhares se reuniram em manifestação anti-islâmica em Dresdem, na Alemanha, neste domingo (25)


Na última quarta-feira, um dos fundadores do grupo, Lutz Bachmann, deixou o movimento após veículos de imprensa da Alemanha divulgarem mensagens de seu Facebook em que chamava refugiados de "sujos" e posava em uma foto como o líder nazista Adolf Hitler.

O grupo, cuja sigla em português significa Europeus Patriotas contra a Islamização do Ocidente, afirmou que o movimento não é racista e condenou os comentários de Bachmann.

Há duas semanas, o Pegida conseguiu reunir 25 mil pessoas. Na semana passada, estava prevista um manifestação que foi cancelada pela ameaça de que a multidão seria alvo de um atentado.

A polícia alemã afirmou que um contra-protesto foi marcado também para este domingo e cerca de 5 mil pessoas participaram.


Leia tudo sobre: islamismoalemanhaislamofobia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas