Cinco vítimas estão em condições graves, diz polícia; o grupo palestino Hamas definiu o ataque como "heróico e corajoso"

Ataque com faca deixou ao menos nove feridos nesta quarta-feira (21) em um ataque contra um ônibus de Tel Aviv.

Hoje: Palestino criado para odiar Israel e que foi baleado aos 7 cria 'turismo da paz'

Ferido é tratado por paramédicos após ter sido esfaqueado em Tel Aviv, Israel
AP
Ferido é tratado por paramédicos após ter sido esfaqueado em Tel Aviv, Israel

Saiba mais: Entenda o atual conflito entre Israel e Hamas

As autoridades locais afirmam que um "terrorista palestino" teria apunhalado os passageiros. O autor do atentado conseguiu escapar, mas foi atingido na perna, posteriormente, por disparos da polícia.

Com 23 anos de idade, ele seria originário da Cisjordânia. De acordo com o porta-voz da polícia local, Micky Rosenfeld, cinco vítimas estão em condições graves de saúde. As outras quatro apresentam ferimentos leves.

O grupo palestino Hamas definiu o ataque como "heróico e corajoso", segundo a imprensa israelense.

Por sua vez, o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que "o ataque de Tel Aviv é uma consequência direta da venenosa campanha de incitamento do presidente palestino, Mahmoud Abbas, contra os judeus e seu Estado".

No ano passado, Israel e militantes do Hamas na Faixa de Gaza se enfrentaram durante quase dois meses, em ataques que deixaram mais de dois mil mortos, sendo quase 700 civis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.