China confirma morte de 22 pessoas em naufrágio de rebocador

Por AP | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

A embarcação tinha acabado de ser construída e passava por testes;. entre as vítimas estão quatro cingapurianos, um indiano, um indonésio, um japonês, um malaio e 14 chineses

AP

Autoridades confirmaram que 22 pessoas morreram no naufrágio de um rebocador neste sábado (17) no leste da China. 

Segundo autoridades chinesas 22 pessoas morreram
AP
Segundo autoridades chinesas 22 pessoas morreram

Quatro cingapurianos, um indiano, um indonésio, um japonês e um malaio estavam entre os mortos no acidente, no rio Yangtze. As outras 14 vítimas eram chinesas, segundo informações da agência de notícias estatal Xinhua .

Recém-construído, o rebocador de 30 metros de comprimento batizado de Wanshenzhou 67 estava em uma viagem de teste na quinta-feira no rio Fubei Canal na província de Jiangsu, quando, de repente, virou .

O proprietário do navio, fornecedores de peças e engenheiros estavam entre as 25 pessoas a bordo para o teste.

Três pessoas foram resgatadas (todos os chineses) incluindo um homem identificado como um intérprete. Ele estava no interior do casco e só foi encontrado no início desta sexta-feira -14 horas após o acidente.

Uma autoridade de busca e salvamento marítimo no centro de Jiangsu, que não quis dar seu nome, confirmou que 22 pessoas foram mortas.

Os fortes ventos dificultaram a operação de salvamento. Na manhã deste sábado, as equipes de resgate decidiram erguer o navio para a realização de uma busca minuciosa no interior da embarcação.


Leia tudo sobre: naufrágiorebocadormortoschina

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas