Comediante que comanda o humorístico "Daily Show" disse ter ficado confuso com ação das autoridades francesas dias após manifestação em prol da liberdade de expressão no mundo

"Je suis confused". A frase, que substituí o "Charlie" do apoio à revista satírica "eu sou Charlie", foi proferida pelo apresentador do humorístico "Daily Show", Jon Stewart, na noite desta quinta-feira (15), quando soltou em sua página no Facebook a mensagem "França, fique longe da comédia". O motivo para sua indignação foi a prisão, por "apologia ao terrorismo", do comediante francês Dieudonné, ocorrida dias depois das gigantescas manifestações pela liberdade de expressão realizadas na França, no domingo (11).

je suis confused - jon stewart
Facebook/Reprodução
je suis confused - jon stewart

"Não me entendam mal: o post daquele cara foi desprezível, mas não é para isso que serve aquele botão de cancelar amizade na rede social?", questionou Stewart no post. "Prender alguém por dizer algo preconceituoso dias depois dos protestos focados justamente no direito de se expressar me parece um pouco estranho."

Leia mais:
Humorista francês é detido por fazer apologia ao terrorismo

O Ministério Público francês abriu um processo contra Dieudonné depois de ele ter divulgado a mensagem “esta noite, naquilo que me diz respeito, sinto-me Charlie Coulibaly”, sugerindo simpatia por um dos autores dos atentados que deixaram 17 mortos na França na semana passada. 

Em seu texto, Stewart, cujo programa é focado em piadas sobre política e atualidades, comparou o conceito do humor praticado nos EUA e na França. Programas norte-americanos, por exemplo, não raramente escracham a tudo e a todos. Entretanto, jornais como o New York Times se recusaram a publicar charges do "Charlie Hebdo" após o ataque terrorista que matou 12 pessoas na semana passada.

Veja fotos da marcha pela liberdade de expressão:

"Então, as autoridades francesas tiveram de cancelar a turnê do humorista por causa de suas piadas antissemitas. Isso não deveria acontecer apenas por que ninguém comprou seus ingressos para um show de comédia antissemita?", escreveu Stewart, apresentador de família judaica.

"Começo a achar que a comédia não é o negócio da França. Vocês ainda têm a pintura e o beijo e a comida que é dura do lado de fora mas macia por dentro. Vocês são os melhores nisso. Então se concentrem nisso. Fiquem com seus bries, suas baguetes, seus cremes broulez. Só fiquem longe da comédia."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.