Quatro pessoas são mortas em atentado feito por mulheres-bomba na Nigéria

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Uma das terroristas parecia ter 15 anos; além dos mortos, mais de vinte pessoas ficaram feridas

Agência Brasil

Quatro pessoas foram mortas hoje (11) por duas terroristas suicidas, que se explodiram em um mercado de Potsikum, no Nordeste da Nigéria, disseram fontes da segurança e hospital. "Retiramos [do local], para o hospital, seis corpos, incluindo os das duas terroristas suicidas. Vinte e uma pessoas ficaram feridas", disse uma fonte dos serviços de segurança nigerianos à agência noticiosa francesa AFP. O balanço foi confirmado pela fonte hospitalar.

Uma das terroristas suicidas parecia ter 15 anos, a outra, cerca de 20, acrescentaram as mesmas fontes. As explosões ocorreram no Mercado Kasuwar Jagwal (especializado na venda de telefones celulares) às 15h10 (horário local e 10h10 em Brasília), horário em que o mercado, na capital econômica do estado de Yobé, tem mais clientes.

"A primeira terrorista suicida [a mais velha] acionou a bomba na entrada do mercado, onde voluntários controlavam a entrada de pessoas com detectores de metais", explicou uma fonte dos serviços de segurança. "A segunda mulher ficou assustada com a explosão e tentou atravessar a rua, mas explodiu de imediato", acrescentou. Telefones novos e usados são vendidos e reparados neste mercado que, no domingo, recebe vários clientes e vendedores de todo o estado de Yobé e mesmo de outras regiões do país.

Leia tudo sobre: mundoterrorismonigériamulher-bomba

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas