Peça foi içada com ajuda de balões; queda do avião, em 28 de dezembro, matou todos os 162 ocupantes do voo

Cauda do avião da AirAsia foi encontrada e içada neste sábado (10)
AP Photo
Cauda do avião da AirAsia foi encontrada e içada neste sábado (10)


Duas semanas após a queda do vôo 8501, que deixou 162 mortos, equipes resgataram neste sábado (10) parte da cauda do avião da companhia AirAsia.

Leia também:

Voo AirAsia: Corpos foram encontrados com os cintos afivelados
Mau tempo e velocidade baixa podem ser causas de desaparecimento de jato

O pedaço de metal vermelho, com a palavra "Asia" escrita, foi trazido à superfície por balões infláveis. Não se sabe, ainda, se as duas caixas pretas – que guardam os dados de voo e as conversas na cabine – estavam dentro desta peça.  A recuperação é essencial para descobrir o motivo pelo qual o Airbus A320 caiu no mar em 28 de dezembro. 

Os detritos foram içados de uma profundidade de cerca de 30 metros (100 pés). A descoberta da cauda no fundo do oceano no início da semana foi um grande avanço na busca lenta, que tem sido prejudicada por chuvas sazonais e mar agitado.

Mas Suryadi Bambang Supriyadi, diretor de operações da agência de busca e salvamento nacional da Indonésia, disse que as equipes estão focadas em encontrar a seção principal de fuselagem, onde estariam a maior parte dos corpos. 

"Isto é o que as famílias esperam", disse ele. "Os parentes já estão choram por 14 dias."

Na última sexta, mais quatro corpos foram recuperados, elevando o total de corpos encontrados para 48.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.