França continua em alerta máximo contra terrorismo, diz ministro do interior

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Irmãos que invadiram revista e assassinaram 12 pessoas no meio da semana foram mortos pela polícia nesta sexta-feira

Bernard Cazeneuve conversa com jornalistas após ataques desta sexta, na cidade de Paris
AP
Bernard Cazeneuve conversa com jornalistas após ataques desta sexta, na cidade de Paris

A morte de três terroristas pela polícia nesta sexta-feira (9) não acalmou os nervos das autoridades e da população francesa. Pelo contrário. Mesmo com a ação terminando com a eliminação dos protagonistas dos atos das últimas 48 horas, os quatro incidentes ocorridos em apenas dois dias levaram a França a manter o alerta máximo contra o terrorismo, anunciou o ministro do Interior do país, Bernard Cazeneuve. 

Leia também:
"Devemos ser implacáveis contra o racismo e o antissemitismo", diz Hollande
Hollande decreta luto de três dias na França e pede unidade aos franceses

"Nos últimos meses, tomamos uma série de precauções por leis antiterror que fossem mais efetivas no combate ao terrorismo", garantiu o ministro do Interior do país. "No próximo domingo (11), tenho uma reunião com colegas da União Europeia (UE) que virão a Paris. Somos obrigados a nos manter vigilantes."

Está marcada para a mesma data uma grande manifestação na capital francesa para protestar contra o terrorismo, o racismo e o antissemitismo na França. O presidente do país, François Hollande, confirmou presença no ato.

Leia tudo sobre: ataques na françaterrorismobernard cazeneuvefrançaparis

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas