Oito jornalistas e dois policiais foram mortos por extremistas que invadiram o prédio da revista e abriram fogo em Paris

BBC

Após o ataque à revista satírica Charlie Hebdo, em Paris, muitos internautas foram às redes sociais para publicar a frase "Je suis Charlie" (Eu sou Charlie, em francês).



Cartunistas de diversos orgãos de imprensa homenagearam colegas de profissão mortos na França
Reprodução/BBC
Cartunistas de diversos orgãos de imprensa homenagearam colegas de profissão mortos na França

Terror:  Suspeitos de ataque estão armados no norte da França, diz jornal

Cartunistas de diversos orgãos de imprensa se apropriaram da frase para criar charges em homenagem aos colegas assassinados.

Oito jornalistas da revista e dois policiais foram mortos na quarta-feria por extremistas que invadiram o prédio da Charlie Hebdo e abriram fogo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.