Após dias de fortes correntes e águas turvas que dificultavam a operação, os pesquisadores conseguiram obter uma fotografia dos escombros"

Um veículo submarino não tripulado avistou a cauda do avião da AirAsia  no mar de Java nesta quarta-feira (7). A confirmação foi feita em entrevista coletiva. Esta é a principal parte do avião encontrada nos 11 dias de busca.

De acordo com o chefe do resgate, Henry Bambang Soelistyo, “após dias de fortes correntes e águas turvas que dificultavam a operação, os pesquisadores conseguiram obter uma fotografia dos escombros”.

Leia mais:  Investigadores acreditam estar mais perto de caixa-preta da AirAsia

A descoberta é particularmente importante porque é na cauda que se localiza a caixa-preta, onde ficam gravadas as informações sobre o voo. Anteriormente, pequenos pedaços do avião, como assentos, porta de emergência e outros destroços foram encontrados.

Soelistyo afirmou ainda que a prioridade continua sendo a recuperação dos corpos. Até agora, 40 deles foram encontrados.

Durante a entrevista, Anton Castilani, chefe da unidade de identificação de vítimas de desastres da Indonésia, afirmou que em duas semanas, a maioria cadáveres vai afundar e afirmou que já há sérios sinais de decomposição.


O desaparecimento ocorreu no dia 28 de dezembro, quando o voo QZ8501 decolou da cidade de Surabaia, na ilha de Java, ruma  à Cingapura. Cerca de 40 minutos depois,  a aeronave que tramportava 162 pessoas entre passageiros e tripulação, caiu no mar.

Com informações da AP.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.