Entenda como será o julgamento no caso do ataque à maratona de Boston

Por BBC Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Se condenado, Dzhokhar Tsarnaev, acusado de promover o ataque que deixou três mortos e 260 feridos, pode ser morto

BBC

Começou nesta segunda-feira (5) a escolha dos jurados que atuarão no julgamento de Dzhokhar Tsarnaev, o jovem acusado de promover o ataque que matou três pessoas e feriu cerca de 260 na maratona de Boston, no nordeste dos Estados Unidos, em abril de 2013.

Ontem: Júri começa a ser selecionado para o caso dos ataques na Maratona de Boston

Acusado de promover ataque que matou três pessoas na maratona de Boston, Dzhokhar Tsarnaev pode ser condenado à morte
AP
Acusado de promover ataque que matou três pessoas na maratona de Boston, Dzhokhar Tsarnaev pode ser condenado à morte

2014: Boston homenageia vítimas um ano após atentado à maratona

Ele pode ser condenado à pena de morte se o júri o considerar culpado pela explosão de duas bombas caseiras perto da linha de chegada da corrida. Naturalizado americano e de família chechena, Tsarnaev se diz inocente em relação às 30 acusações pelas quais responde.

Segundo a acusação, o jovem, então com 19 anos, executou o ataque com seu irmão Tamerlan, de 26. Três dias depois do ato, segundo a denúncia, os irmãos mataram um policial e roubaram um carro. Ainda de acordo com a acusação, os jovens foram perseguidos pela polícia, e Tamerlan morreu em meio a um tiroteio com os agentes. Dzhokhar se feriu e acabou capturado no barco onde se escondia. 

Um ano após ataque à maratona: Boston e sobreviventes lutam para ficar de pé

A BBC Brasil elaborou perguntas e respostas sobre o julgamento, que deve atrair grande atenção nos Estados Unidos nos próximos meses e tem sido comparado ao processo contra Timothy McVeigh, condenado e executado por um ataque no Estado de Oklahoma, nos anos 1990.

Como será a escolha dos jurados?

O juiz federal George O'Toole, que conduz o caso, terá de escolher 12 jurados e seis substitutos dentre as 1.200 pessoas que foram convocadas pela corte federal de Boston. Na escolha, serão descartados todos os jurados que se disserem contrários à aplicação da pena de morte caso Tsarnaev seja condenado.

Também deverão ser rejeitadas pessoas que tiveram algum envolvimento com os acontecimentos.

A defesa do jovem tentou alterar o local do julgamento alegando que moradores de Boston não teriam o distanciamento necessário para analisar o caso, mas o pedido foi negado pelo juiz.

Ataque em Boston: Veja cronologia dos principais acontecimentos

A escolha do júri pode levar várias semanas. Com isso, as primeiras testemunhas só devem ser ouvidas a partir de fevereiro. Estima-se que o julgamento deva se arrastar por alguns meses e terminar por volta do meio do ano.

Por que o julgamento é tão importante?

O atentado em Boston foi o maior em solo americano desde o 11 de Setembro, há 13 anos. O episódio tem sido comparado ao ataque na Cidade de Oklahama em 1995, pelo qual o americano Timothy McVeigh foi condenado e executado. Naquele ato, 168 pessoas foram mortas, e mais de 600 se feriram.

O caso de Boston, porém, tem ingredientes distintos e se insere numa trama mais ampla, que envolve ações militares americanas no exterior. A Promotoria afirma que os irmãos Tsarnaev detonaram as bombas como retaliação aos Estados Unidos por suas operações em países islâmicos.

Muçulmanos de origem chechena e nascidos em antigas repúblicas soviéticas, os dois migraram com a família para o território russo do Daguestão durante a Segunda Guerra da Chechênia, em 1999, e três anos depois chegaram aos Estados Unidos. Também controlada pela Rússia, a Chechênia é uma região predominantemente islâmica que buscou a independência no passado.

O que diz a defesa do acusado?

Memorial improvisado com par de tênis de corrida é visto em campus de Universidade de Boston após identificação de estudante como um dos mortos em ataque de segunda (17/04). Foto: APInvestigador do FBI desce em guindaste com uma bolsa recolhida do alto de um prédio próximo ao local onde houve explosões na Maratona de Boston (17/04). Foto: APInvestigadores vasculham área perto de linha de chegada de Maratona de Boston dois dias depois de explosão de bombas (17/04). Foto: APFotos da cena das explosões da Maratona de Boston tirada por investigadores mostram os restos do explosivo (17/04). Foto: ReutersLizzie Lee, 56, que participava de sua primeira Maratona de Boston, segura vela e flor durante vigília por vítimas de ataque (16/04). Foto: APHomem coloca bilhete com flores em barricada de polícia perto da linha de chegada da Maratona de Boston (16/04). Foto: APInvestigadores numeram vidros destruídos e destroços em local da explosão de primeira bomba na Maratona de Boston (16/04). Foto: APVizinhos sentam do lado de fora de casa de pais de Krystle Campbell, que foi morta no ataque em Boston (16/04). Foto: APCorredor de 78 anos é protegido por polícia após cair durante segunda explosão perto de linha de chegada da Maratona de Boston (15/04). Foto: APHomem caminha com as calças rasgadas após explosões na Maratona de Boston (15/04). Foto: APSegunda bomba explode perto de linha de chegada da Maratona de Boston (15/04). Foto: APCom roupas de proteção, investigadores vasculham área afetada por explosão perto de linha de chegada na Maratona de Boston (15/04). Foto: APPessoas correm após explosões na Maratona de Boston (15/04). Foto: APPolicial leva garoto ferido de cadeira de rodas após explosões durante a maratona de Boston, nos EUA (15/04). Foto: APCriança chora após explosões atingirem maratona de Boston, nos EUA (15/04). Foto: ReutersCorredoras reagem após segunda explosão atingir maratona de Boston, nos EUA (15/04). Foto: APAtleta cai e recebe ajuda após segunda explosão em Boston (15/04). Foto: APNo Salão Oval, presidente dos EUA, Barack Obama, fala ao telefone com diretor do FBI, Robert Mueller, sobre as explosões em Boston (15/04). Foto: Casa Branca/Governo dos EUA/Mulher conforta outra aparentemente ferida após explosões na maratona de Boston, EUA (15/04). Foto: ReutersMédicos auxiliam feridos após explosões atingirem maratona de Boston, nos EUA (15/04). Foto: APMédicos auxiliam feridos na linha de chegada da maratona de Boston após explosões (15/04). Foto: APReprodução da TV WBZ mostra fumaça decorrente das explosões que atingiram maratona de Boston, nos EUA (15/04). Foto: APMédicos ajudam feridos após explosões perto da linha de chegada da maratona de Boston, EUA (15/04). Foto: AP

Analistas dizem que, em vez de lutar contra a condenação, a defesa de Tsarnaev deve concentrar seus esforços na fase em que sua pena será discutida, para tentar amenizá-la.

Nessa etapa, afirmam eles, os advogados deverão tentar convencer os jurados de que o jovem agiu sob pressão do irmão mais velho e teve papel menor no planejamento do ato. É possível ainda, segundo os analistas, que a defesa alegue que o jovem sofria distúrbios mentais por causa da trajetória atribulada de sua família.

Os advogados de Tsarnaev serão liderados por Judy Clarke, que conseguiu evitar que outros clientes julgados por ataques de grande visibilidade – entre os quais o Ted Kaczynski , conhecido como o “unabomber” e julgado culpado por uma série de atentados entre as décadas de 1970 e 1990 - fossem condenados à pena de morte.

Qual a condenação máxima possível?

Crimes cometidos nos Estados Unidos podem ser julgados em cortes estaduais ou federais, a depender da gravidade dos atos e se a legislação violada for local ou nacional.

O atentado de Boston, como praticamente todos os casos que envolvem denúncias de terrorismo, será julgado por uma corte federal.

Embora o Estado de Massachusetts, onde fica Boston, tenha abolido a pena de morte de suas cortes estaduais em 1984, cortes federais podem aplicar a punição em qualquer ponto do país para certos tipos de crime, como homicídios provocados por explosivos, espionagem ou crimes de guerra que resultem em morte.

Desde então, três pessoas foram executadas em decisões federais, incluindo Timothy McVeigh, condenado pelo atentado em Oklahoma.

A Promotoria anunciou que tentará fazer com que Tsarnaev também seja condenado à pena de morte. Nesse caso, ele receberia uma injeção letal. Para isso, porém, é necessário que todos os jurados decidam pela pena de morte e que o juiz concorde com a decisão

Leia tudo sobre: maratona de bostonbostoneua

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas