Ministério dos Transportes indonésio informou a permissão para a companhia operar a rota que liga Surabaia a Cingapura foi suspensa, até que as investigações sejam concluídas

O Ministério dos Transportes da Indonésia informou que avião da AirAsia não tinha permissão oficial para fazer o percurso entre Surabaya e Cingapura no domingo - o dia do acidente - mas tinha licença para voar em outros quatro dias da semana.

Indonésia localiza objetos que podem ser partes da fuselagem do avião da AirAsia

AirAsia: Previsão de mau tempo pode dificultar busca por corpos e destroços

Famílias do voo MH370 sentem simpatia e inveja de parentes das vítimas do QZ8501

Buscas por corpos e caixa-preta do avião da AirAsia são dificultadas pelo tempo (03/01)
AP
Buscas por corpos e caixa-preta do avião da AirAsia são dificultadas pelo tempo (03/01)

O porta-voz do Ministério dos Transportes disse que a companhia aérea só tinha permissão para fazer o percurso às segundas, terças, quintas e sábados a partir do final de 2014 e início de 2015.

"A AirAsia cometeu uma violação da rota que foi dado a eles ", disse o Sr. Barata.

Tommy Soetomo, o chefe do operador do aeroporto estatal PT Angkasa Pura I, disse que AirAsia tinha um espaço para voar aos domingos. Mas o Barata afirma que a informação estava desatualizada. O porta-voz não disse por que o número de voos foi cortado.

As autoridades indonésias estão suspendendo voos da companhia nesta rota, segundo um comunicado do ministério dos Transportes.

Sunu Widyatmoko, executivo-chefe do braço indonésio da AirAsia, disse que a empresa irá colaborar totalmente com as investigações.

Havia 137 passageiros adultos, 17 crianças e um bebê a bordo, além de dois pilotos e cinco tripulantes. A maioria das vítimas era da Indonésia.

Quatro vítimas foram identificadas até agora: Hayati Lutfiah Hamid, Grayson Herbert Linaksita, Kevin Alexander Soetjipto e Khairunisa Haidar Fauzi. Dois outros corpos também teriam sido identificados, mas os detalhes ainda não foram divulgados.

A AirAsia tinha um excelente histórico de segurança em voos até domingo, sem acidentes fatais envolvendo suas aeronaves.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.