Autor de atentado contra João Paulo II aguarda ordem de expulsão da Itália

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Mehmet Ali A ca, de 56 anos, foi o responsável por um atentado contra o papa João Paulo II, no dia 13 de maio de 1981, na Praça São Pedro

Agência Brasil

Reuters
Papa João Paulo II entre fiéis na Praça de São Pedro. Roma, Itália, 29 de julho de 2000.

O turco Mehmet Ali A ca, detido em uma delegacia de polícia nos arredores do Vaticano, deve receber nas próximas horas a ordem de expulsão da Itália. A ca, de 56 anos, foi o responsável por um atentado contra o papa João Paulo II, no dia 13 de maio de 1981, na Praça São Pedro.

Ele visitou, neste sábado (27), a Basílica de São Pedro, no Vaticano, e depositou dois maços de rosas brancas na capela onde se encontra o túmulo de João Paulo, santificado neste ano pelo papa Francisco.

De acordo com o vice-diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, padre Ciro Benedettini, A ca pôde entrar na Basílica sem nenhum problema, pois não tem qualquer pendência judiciária com o Vaticano, mas a situação não é a mesma para o Estado italiano. Ele entrou no país sem o visto obrigatório e deve receber, na delegacia em que está detido, a ordem de expulsão.

Segundo o Vaticano, Ali A ca escolheu o dia 27 de dezembro para a visita ao túmulo do papa porque foi o dia em que recebeu a visita de João Paulo na prisão de Rebibbia, em 1983. Na ocasião, ele foi perdoado pelo papa, que, embora ferido com gravidade, sobreviveu ao atentado.

A ca cumpriu 19 anos de prisão pelo ataque ao papa, durante uma cerimônia pública na Praça São Pedro. O turco passou mais dez anos na cadeia, devido a uma condenação pelo homicídio de um jornalista.

Leia tudo sobre: Mehmet Ali A cajoão paulo IIvaticanoitália

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas