Filho de brasileiros é libertado por guerrilha paraguaia após oito meses

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Filho de fazendeiro foi sequestrado em 2 de abril, no Paraguai

Reprodução/Facebook
Após oito meses de sequestro, o brasileiro Arlan Fick, 17 anos, foi libertado pelo grupo guerrilheiro EPP

Após oito meses sequestrado, o refém Arlan Fick, 17 anos, foi libertado no Paraguai pelo grupo de guerrilha Exército do Povo Paraguai (EPP) na noite dessas quinta-feira (25). Segundo o Itamaraty, o jovem é filho de brasileiros, mas não tem dupla cidadania.

Arlan Fick foi sequestrado em 2 de abril, quando o grupo invadiu a fazenda de sua família em Concepción, no Paraguai, para roubar alimentos. 

Segundo a rádio paraguaia 970 AM, a primeira pessoa com quem Fick falou foi com seu pai, para quem pediu em alemão que fosse buscá-lo.

Alcido Fick – pai do jovem solto – disse à imprensa, muito animado, que Arlan está com boa saúde . "Está tudo bem, estamos muito felizes".

Nas redes sociais, Arlan publicou fotos da festa de sua recepção e agradeceu a todos que oraram por ele. 

Grupo mantém policial cativo

O presidente paraguaio, Horacio Manuel Cartes Jara, usou sua conta no Twitter para agradecer a Deus pela liberação do brasileiro. O grupo mantém cativo um policial paraguaio Edelio Morínigo.

Durante o sequestro, o EPP chegou a divulgar um vídeo e pedir US$ 500 mil em resgate, mas mesmo após terem as exigências atendidas não liberaram o rapaz.


Leia tudo sobre: refémbrasileiroAlcido FickEPPParaguaiguerrilhasequestro

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas