De acordo com a polícia de Eskilstuna, localizada a 90 km da capital, Estocolmo, pedestre atirou artefato no interior do local

Um incêndio provocado por um artefato explosivo atirado no interior de uma mesquita em uma localidade próxima a Estocolmo, capital da Suécia, feriu cinco pessoas nesta quinta-feira (25), anunciou a polícia local. "Alguém atirou o explosivo através de uma janela", disse o porta-voz Lars Franzell, confirmando o número de pessoas que estavam no edifício em entre 15 e 20.

Na cidade do Sudeste do país, bombeiros controlam incêndio causado por artefato explosivo
AP
Na cidade do Sudeste do país, bombeiros controlam incêndio causado por artefato explosivo

O ataque em Eskilstuna, 90 quilômetros a oeste de Estocolmo, ocorreu num momento em que a Suécia atravessa uma escalada de ações da extrema direita. Conhecido pelo bom acolhimento a refugiados estrangeiros, o país viu o cenário político mudar em dezembro, após o partido direitista Democratas da Suécia ter sido eleito como a terceira força parlamentar. O resultado forçou o governo de esquerda a convocar eleições legislativas antecipadas.

A mesquita atacada pouco depois das 12h desta quinta fica situada no térreo de um edifício residencial. "O ódio aos estrangeiros foi reforçado", lamentou o chefe da Associação dos Muçulmanos na Suécia, Omar Mustafa, à rádio pública SR.

Veja quais são os principais grupos terroristas atualmente em atividade:

A polícia abriu inquérito para apurar o incêndio de origem criminosa, mas ainda não identificou nenhum suspeito. Os cinco feridos foram hospitalizados com sintomas de intoxicação, golpes e fraturas.

Em janeiro deste ano, desconhecidos pintaram a cruz suástica [símbolo nazista] na porta de uma mesquita em Estocolmo. Em dezembro do ano passado, um grupo de neonazistas atacou um centro antirracista na capital sueca, deixando três feridos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.