Tempestades deixam ao menos quatro mortos no sul dos EUA

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

No Mississippi, o governador Phil Bryant declarou estado de emergência em dois municípios do sudeste do Estado

Tempestades severas abateram o sul dos Estados Unidos dois dias antes do Natal deixando pelo menos quatro mortos e fazendo milhares de habitantes abandonarem suas casas.

2012: Isaac ameaça romper barragem no Mississippi e força retirada de moradores

AP
Jeff e Melissa McKenzie se abraçam entre as ruínas da loja de presentes e flores em Columbia, destruída por causa da tempestade que abateu o sul dos EUA (23/12)


2011: Tempestades e tornados matam dezenas no sul dos EUA

No Mississippi, o governador Phil Bryant declarou estado de emergência em dois municípios do sudeste onde as autoridades disseram que houve quatro mortes devido a tempestades e vários feridos. Seu gabinete informou que milhares de moradores ficaram sem energia elétrica na noite de terça ao redor de Columbia, a cerca de 130 quilômetros ao sudeste de Jackson.

O diretor do departamento de emergências do Condado de Jones, Marda Tullos, disse que um homem e uma mulher foram mortos dentro de uma casa móvel quando uma tempestade os abateram em Laurel. Cerca de 80 km a sudoeste, a legista do Condado de Marion, Norma Williamson, disse que houve dois mortos também em Columbia, uma delas em um acampamento.

O Hospital Geral Marion recebeu cerca de 50 pacientes desde o início do mau tempo, disse a porta-voz Millie Swann.

"Toda a cidade de Columbia está sem energia", disse Swann. "O hospital está funcionando com um gerador (de energia), mas conseguiu atender pacientes na sala de emergência, com excessão dos que precisavam de um nível maior de cuidados". Oito pacientes foram transferidos para um hospital na cidade vizinha de Hattiesburg.

Fotos no Twitter e a partir de vários outros meios de comunicação locais e do Serviço Nacional de Meteorologia em Jackson mostraram danos a uma farmácia, loja de automóveis, entre outros.

A meteorologista Latrice Maxie disse que danos significativos foram relatados em casas e empresas de ao menos 6.500 habitantes. Uma equipe será enviada ao local nesta quarta-feira para determinar se um tornado foi responsável pelos danos, disse ela. Observadores de tempestade confirmaram a suspeita.

"Está um caos por aqui", disse Williamson.

*Com AP

Leia tudo sobre: euamississippibryant

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas