Círculo de Fogo do Pacífico é área com mais terremotos no mundo; entenda

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Infográfico mostra intensa atividade sísmica na área e explica a ação de placas tectônicas; em 2004, fenômeno matou milhares

O Círculo de Fogo do Pacífico (ou Anel de Fogo) é uma área formada no fundo do oceano por uma grande série de arcos vulcânicos e fossas oceânicas, coincidindo com as extremidades de uma das maiores placas tectônicas do planeta.

Hoje: Haverá outro tsunami, mas é impossível dizer quando, diz geólogo sobre Indonésia

A região, de cerca de 40 mil km de extensão, tem formato de ferradura e circunda a bacia do Pacífico, abrangendo toda a costa do continente americano, além do Japão, Filipinas, Indonésia, Nova Zelândia e ilhas do Pacífico Sul. Esta é a área de maior atividade sísmica do mundo. 

Em média, os sismógrafos captam algum tipo de abalo no Círculo de Fogo a cada cinco minutos. Além disso, mais da metade dos vulcões ativos no mundo, acima do nível do mar, estão localizados nesta área.

Indonésia: Fotos mostram recuperação de áreas afetadas pelo tsunami de 2004

Alguns dos piores desastres naturais já registrados ocorreram em países localizados no Círculo de Fogo. Um deles foi o tsunami de dezembro de 2004, que matou 230 mil pessoas em 14 países no Oceano Índico, após um tremor de magnitude 9,1.

Outros dois desastres famosos na área ocorreram no Chile: o primeiro, em 1960, foi um terremoto de magnitude 9,5 – o mais forte da história, que matou 2 mil pessoas; outro tremor, em 2010, deixou mais de 500 mortos e cerca de 20 mil desabrigados. 

Veja a lista dos terremotos mais fortes da história, de acordo com o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos:


Leia tudo sobre: tsunami na indonesiaindonesiapacificojapaopacifico sul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas