Cápsula da Nasa que testa voo para Marte cai no Oceano Pacífico, diz agência

Por iG São Paulo * | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

O objeto caiu no oceano após 4 horas em órbita, a cerca de 270 milhas da costa da Baixa Califórnia, região mexicana na divisa com os Estados Unidos; retorno era esperado

A cápsula não tripulada lançada pela Nasa na manhã desta sexta-feira (5) caiu no Oceano Pacífico. A queda era esperada, segundo informações do site da agência aérea espacial norte-americana. Este foi o primeiro voo teste de uma nave que, no futuro, pode ajudar humanos a chegar a Marte.

Segundo a Nasa, a Orion deveria subir até 5.800 quilômetros da Terra e então voltar à atmosfera a uma velocidade de cerca de 32.000 km/h. Eventualmente, a Nasa planeja usar cápsulas Orion para levar astronautas para Marte no futuro.

O objeto caiu oceano às 11h29 (horário dos EUA), aproximadamente a 270 milhas da costa de Baixa Califórnia, região mexicana na divisa com os Estados Unidos.

A Nasa já gastou mais de US$ 9 bilhões no desenvolvimento da Orion, que vai fazer um segundo voo de teste sem tripulação em aproximadamente quatro anos. A terceira missão, esperada para em torno de 2021, irá incluir dois astronautas em um voo que vai enviar a cápsula em uma órbita alta ao redor da lua.

As imagens do retorno de Orion foi capturado por um drone (veículo não tripulado) que sobrevoava a zona de recuperação , proporcionando uma vista espectacular sobre a cápsula descendente. 

Veja imagens do lançamento do foguete Delta IV, que continha a cápsula Orion

Após adiamento na quinta-feira, foguete foi lançado pela Nasa da base de Cabo Canaveral, na Flórida. Foto: ReutersFoguete Delta IV-Heavy é o mais poderoso foguete de lançamento do mundo. Foto: ReutersProjeto é da Nasa, mas o desenvolvimento da cápsula foi feito pela Lockheed Martin. Foto: ReutersDelta vai enviar a Orion em duas voltas em torno da Terra. Foto: ReutersVoo decolou nesta sexta-feira da base de Cabo Canaveral, no Estado americano da Flórida. Foto: ReutersFoguete Delta IV vai levar cápsula Orion ao espaço. Foto: ReutersFoguete Delta IV-Heavy foi lançado nesta sexta-feira . Foto: Reuters


O lançamento da cápsula não tripulada, originalmente marcado para a manhã da quinta-feira, foi adiado por problemas técnicos e meteorológicos. Na contagem regressiva, a missão foi interrompida por causa de ventos fortes e de problemas nas válvulas de combustível dos propulsores do foguete Delta, ao qual estava acoplada.

O voo decolou nesta sexta-feira da base de Cabo Canaveral, no Estado americano da Flórida, com o objetivo de testar algumas das tecnologias da nave durante uma viagem curta por cima da Terra.

A Nasa já gastou mais de 9 bilhões de dólares no desenvolvimento da Orion, que vai fazer um segundo voo de teste sem tripulação em aproximadamente quatro anos. A terceira missão, esperada para em torno de 2021, irá incluir dois astronautas em um voo que vai enviar a cápsula em uma órbita alta ao redor da lua.

* Com informações da Reuters

Leia tudo sobre: martevoocápsulaqueda

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas