Emissora diz que governo obteve dados que mostram alvos dos rebeldes que agem no Oriente em território americano

Reuters

Autoridades norte-americanas advertiram as forças militares que o Estado Islâmico pode estar planejando ataques contra elas nos Estados Unidos, informou a rede ABC News, nesta segunda-feira (1º).

Grupo faz vigília à luz de velas no túmulo de soldado canadense morto por convertido ao islã
AP
Grupo faz vigília à luz de velas no túmulo de soldado canadense morto por convertido ao islã

Um boletim de inteligência conjunto enviado para as agências de segurança pelo FBI e pelo Departamento de Segurança Interna pediu aos militares do país para apagar de suas mídias sociais online qualquer coisa que chame a atenção dos "extremistas violentos" ou que revele a identidade dos membros das forças, disse a rede de notícias.

Leia mais:
Milhares acompanham funeral de soldado morto em ataque no Canadá
Atirador do Canadá fez vídeo e tinha motivação ideológica, diz polícia

Dois soldados canadenses foram mortos em seu país em outubro, em ataques separados, que, segundo a polícia, foram realizados por homens convertidos ao Islã.

Violência que não para
Enquanto isso, combatentes do Estado Islâmico mataram 16 soldados iraquianos em um ataque numa travessia da fronteira com a Síria, no Oeste do Iraque, nesta segunda-feira, disse Faleh al-Issawi, chefe de um conselho provincial local.

Segundo ele, outros quatro soldados ficaram feridos no ataque, ocorrido na travessia de fronteira de al-Waleed, e foram levados para receber tratamento na Síria.

Veja fotos da guerra travada pelo Estado Islâmico no Iraque:

Um líder tribal da cidade de Rutba, controlada pelo Estado Islâmico e localizada 130 quilômetros a sudeste de al-Waleed, disse que os combatentes capturaram armas e veículos e os levaram de volta para Rutba, disparando para o alto em comemoração.

A travessia de fronteira e a cidade de Rutba ficam na província iraquiana de Anbar, uma região muçulmana sunita onde o Estado Islâmico já tinha forte presença antes mesmo da tomada de Mosul e da maior parte do norte do Iraque, em junho.

Leia também:
Estado Islâmico justifica escravização de mulheres e crianças Yazidi
Por que o Estado Islâmico utiliza técnicas tão brutais?

Apesar de terem perdido terreno em outras partes do país, os militantes do Estado Islâmico têm conseguido manter sua força em Anbar, no oeste, além de terem atacado o centro da capital da província, Ramadi, na semana passada.

No mês passado centenas de membros da tribo Albu Nimr foram assassinados por se opor à presença do Estado Islâmico em sua província.

    Leia tudo sobre: estado islâmico
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.