Uruguaios escolhem novo presidente em eleição em que esquerda é favorita

Por iG São Paulo * | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Pelas últimas pesquisas, Vazquez é franco favorito, com ampla margem sobre o oponente, Lacalle Pou

Agência Brasil

Reprodução/BBC
Mesmo proibido de se opinar na eleição presidencial, Mujica está por todos os lados

Neste domingo (30), mais de 2,5 milhões de uruguaios deverão comparecer às urnas para eleger, em segundo turno, o sucessor do atual presidente José Mujica.

LEIA TAMBÉM: Estilo Mujica marca campanhas na eleição presidencial do Uruguai

Estão na disputa o socialista Tabaré Vázquez, candidato da Frente Ampla, um médico oncologista de 74 anos, que presidiu o país entre 2005 e 2010, e o deputado federal Luis Lacalle Pou, de 41 anos, que concorre pelo Partido Nacional e tem, na segunda rodada de votação, o apoio do Partido Colorado.

Pelas últimas pesquisas, Vazquez é franco favorito, com ampla margem sobre o oponente. Ele ficou com 47.8% dos votos no primeiro turno e, conforme os mais recentes levantamentos, deve obter entre 53% e 55% da preferência do eleitorado. Uma vitória do ex-presidente Tabaré Vázquez daria à esquerda do país um terceiro mandato consecutivo. O atual chefe do governo uruguaio, José Mujica, teve 54.63% dos votos no segundo turno de 2009, vencendo o ex-presidente Luis Alberto Lacalle, pai do candidato nacionalista.

Com perfil de esquerda moderada, Vázquez se confirma como sucessor do correligionário José Mujica, um ex-guerrilheiro de 79 anos, e daria continuidade a várias iniciativas progressistas, como uma nova e polêmica lei pioneira no mundo que regula a produção e o comércio da maconha sob supervisão do Estado.

Já Lacalle Pou, um apaixonado por surf de 41 anos, prometeu que se chegar ao poder revogará parte da iniciativa, que procura uma nova abordagem para combater o narcotráfico, mas é rejeitada pela maioria dos uruguaios. Uma das coisas a qual se opõe o candidato é a venda de maconha em farmácias.

Votação

Em todo o país, 2,62 milhões de eleitores estão habilitados para a votação, que irá das 8h às 19h30. Há possibilidade de que os locais de votação permanecerem abertos por mais uma hora, se, ao fim do prazo, ainda houver eleitores dentro das seções.

Segundo a Justiça Eleitoral, os primeiros resultados oficiais serão conhecidos rapidamente, porque serão apurados votos apenas para presidente e vice-presidente.

O novo presidente assumirá suas funções no dia 1º de março do ano que vem. Se Vázquez for o vencedor, receberá o governo de José Mujica, a quem entregou o cargo em 2010.

*Com informações da Télam, Agência Brasil e Reuters

Leia tudo sobre: uruguaieleiçõestabarélacalle poumujica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas